Tempo
|
A+ / A-

Coronavírus

Aulas de Educação Física serão com distância, sem máscara e calçado exclusivo

01 set, 2020 - 19:34 • Lusa

DGS recomenda atividades preferencialmente, individuais ou entre grupos reduzidos, simulando situações de jogo "reduzidas e condicionadas".

A+ / A-

Veja também:


No próximo ano letivo, os professores de Educação Física devem privilegiar atividades em que o distanciamento seja possível, mas os alunos não precisam de usar máscara durante a aula, segundo as orientações divulgadas esta terça-feira.

A Direção-Geral da Educação (DGE) enviou às escolas as novas orientações para as aulas de Educação Física, que no próximo ano letivo vão ser diferentes do habitual devido à pandemia da Covid-19.

O documento refere ainda que deve ser promovido o uso de calçado exclusivo para aquelas aulas.

A tutela escreve ainda que "as opções metodológicas a adotar devem refletir as restrições impostas pela pandemia, não descurando, contudo, os princípios e os valores defendidos nos referenciais da disciplina".

Segundo a DGE, os professores deverão optar por estratégias e metodologias de ensino que privilegiem o respeito pelo distanciamento físico "de, pelo menos, três metros entre alunos", assegurando, no entanto, o cumprimento dos objetivos da disciplina.

Por isso, numa disciplina em parte marcada pela aprendizagem e prática de desportos coletivos, as atividades passam a ser, preferencialmente, individuais ou entre grupos reduzidos, simulando situações de jogo "reduzidas e condicionadas".

É ainda sugerido a adoção de "estratégias de ensino que priorizem o trabalho em circuito, possibilitando a execução de exercícios através de estações que valorizem a estabilização de grupos de trabalho com os mesmos propósitos".

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.