|

 Casos Ativos

 Internados

 Recuperados

 Mortes

A+ / A-

Migrantes no Mediterrâneo

Navio humanitário de Banksy em apuros. Guarda costeira de Itália resgata 49 migrantes

29 ago, 2020 - 16:56 • Redação com Reuters

Das 130 pessoas a bordo do navio, 49 foram resgatados pela guarda costeira italiana, mais de 12 horas depois do apelo feito pelos voluntários da ONG. Quatro migrantes perderam a vida, um deles encontra-se ainda num bote de salvamento do navio.

A+ / A-

A guarda costeira italiana resgatou 49 migrantes que seguiam no navio humanitário fretado no Mediterrâneo por Banksy. Durante a última madrugada, o artista britânico pediu à União Europeia e às autoridades italianas que agissem, dada a situação de fragilidade de dezenas das 230 pessoas a bordo.

Dois navios humanitários - Sea Watch 4 e Maersk Etienne - ofereceram ajuda imediata e acolheram alguns dos migrantes. Quatro pessoas perderam a vida. O corpo de uma delas ainda se encontra num bote de salvamento do navio.

“Precisamos de ajuda imediata”, diz a tripulação num tweet, exortando a UE e as autoridades de Itália a agirem. “Já há um morto no barco. Os outros apresentam queimaduras de combustível, estão no mar há dias e agora foram deixados por sua conta numa área de busca e salvamento da UE.”

O barco Louise Michel, que recebeu o nome de uma ativista francesa, começou a operar no Mediterrâneo na semana passada. Desde então, a equipa de dez tripulantes tem procurado um porto seguro para os mais de 200 migrantes resgatados.

Um navio da organização não-governamental italiana Mediterranea Saving Humans, que estava a preparar-se para regressar aos salvamentos no Mediterrâneo nos próximos dias, de uma organização não-governamental, o Mare Jonio, partiu do porto de Augusta, na Sicília, para auxiliar o Louise Michel.

“Ajudar estas pessoas é uma questão de vida ou morte”, anunciou a tripulação, condenando a inércia das guardas-costeiras italiana e maltesa.

O Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR) também já apelou ao “desembarque urgente” das pessoas recolhidas no mar pelo Louise Michel e por duas outras embarcações, que no total transportam mais de 400 migrantes.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.