Tempo
|
A+ / A-

Ensino Superior: Candidatos nacionais podem ser colocados em vagas para internacionais

27 ago, 2020 - 16:09 • Lusa

Medida justificada pelo elevado número de candidatos no concurso nacional e, por outro lado, pela expectável diminuição de estudantes internacionais devido à pandemia de Covid-19.

A+ / A-

As universidades e institutos politécnicos vão poder atribuir vagas destinadas aos alunos internacionais a candidatos através do Concurso Nacional de Acesso ao Ensino Superior, anunciou esta quinta-feira a ministra da Presidência e da Modernização Administrativa, Mariana Vieira da Silva.

A medida, anunciada durante a conferência de imprensa sobre a reunião de hoje do Conselho de Ministros, foi justificada pelo elevado número de candidatos no concurso nacional e, por outro lado, pela expectável diminuição de estudantes internacionais.

"Tivemos no concurso nacional de acesso o maior número de candidatos desde há muitos anos e, por isso, o Governo resolveu que as instituições de ensino superior podem usar essas vagas para o concurso geral de acesso", explicou a ministra Mariana Vieira da Silva.

A primeira fase do Concurso Nacional de Acesso ao ensino superior público registou, este ano, 62.675 candidatos, o maior número "nos últimos 25 anos", com o Ministério da Ciência.

Tendo em conta o aumento, o Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior estima que o número de novos ingressos no ensino superior "em todos os ciclos de estudos, públicos e privados, atinja cerca de 90 mil novos estudantes matriculados no próximo ano letivo de 2020/21", contra 84 mil no ano passado.

Prevendo, por outro lado, uma diminuição no número de alunos internacionais em Portugal no próximo ano, o Governo decide então reforçar o número de vagas através do regime geral de acesso ao ensino superior, utilizando para isso, lugares inicialmente destinados a esses estudantes.

No entanto, Mariana Vieira da Silva não adiantou quantas destas vagas seriam realocadas.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.