Tempo
|
A+ / A-

Covid-19

Regresso às aulas no Reino Unido. Máscara obrigatória em zonas mais afetadas pela pandemia

26 ago, 2020 - 08:50 • Sofia Freitas Moreira com Redação

Alunos britânicos voltam à escola em setembro, com o uso de máscara obrigatório nas zonas comuns das escolas secundárias abrangidas por cercas sanitárias.

A+ / A-

No Reino Unido, já se prepara o regresso às aulas em tempos de Covid-19.

Esta quarta-feira de manhã, o ministro da Educação britânico, Gavin Williamson, esclareceu que vai ser obrigatório o uso de máscaras nas zonas comuns das escolas secundárias abrangidas por cercas sanitárias.

Noutras áreas onde não há obrigação desse recolher obrigatório, os professores têm a liberdade de poder também recomendar o uso de máscara aos alunos com idades entre os 11 e os 18 anos.

Durante o verão, o governo de Boris Johnson insistiu que a maior prioridade para o outono é o regresso das crianças à escola, mesmo que isso signifique fechar bares ou outros locais para conter a propagação do vírus da Covid-19.

O regresso está marcado para o final das férias de verão, entre os dias 1 e 2 de setembro.

As aulas foram interrompidas para a maioria dos alunos em meados de março, quando foi introduzido um confinamento para travar a pandemia, continuando apenas abertas para os filhos de trabalhadores de serviços críticos.

Em junho, voltaram algumas classes dos primeiros anos e dos finalistas do ensino primário, mas muitas escolas não o fizeram devido a dificuldades em fazer cumprir as restrições em vigor.

Segundo o mais recente balanço da Universidade de John Hopkins, o Reino Unido registou, até esta quarta-feira, 41.535 mortes e 329.869 casos de infeção pela Covid-19. É o segundo maior número na Europa, a seguir à Espanha.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+