Tempo
|
A+ / A-

Ordem de prisão para diretor do porto de Beirute

18 ago, 2020 - 17:38 • Lusa

O juiz que tem a cargo a investigação sobre a explosão de 4 de agosto emitiu a ordem contra Hassan Koraytem, que até agora estava sob prisão domiciliária

A+ / A-

Um tribunal libanês emitiu esta terça-feira uma ordem de prisão contra o diretor-geral do porto de Beirute, Hassan Koraytem, após este ter sido interrogado durante quatro horas, duas semanas depois da explosão que devastou a capital do Líbano.

O juiz libanês Fadi Sawan, que tem a cargo a investigação sobre a explosão de 4 de agosto, que matou pelo menos 180 pessoas e feriu mais de seis mil, emitiu a ordem contra Koraytem, que até agora estava sob prisão domiciliária, informou a Agência Nacional de Notícias libanesa (ANN).

Koraytem e o diretor-geral das Alfândegas do Líbano, Badri Daher, foram colocados em prisão domiciliária devido à sua eventual responsabilidade na explosão de 2.750 toneladas de nitrato de amónio armazenado há seis anos no porto, sem vigilância, três dias depois da tragédia.

Esta semana está prevista a chegada à capital libanesa de uma equipa da polícia federal dos Estados Unidos, FBI, para participar na investigação do sucedido.

Diversos especialistas nacionais e estrangeiros, inclusive da ONU, pediram a abertura de uma investigação internacional.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Ivo Pestana
    18 ago, 2020 Funchal 21:31
    E os políticos e Juízes, que não ordenaram a destruição duma carga, altamente perigosa? Guardá-la para quê e durante 6 anos?