|

 Casos Ativos

 Internados

 Recuperados

 Mortes

A+ / A-

Três detidos em operação da GNR contra corridas ilegais com 2000 espectadores

08 ago, 2020 - 18:57 • Lusa

A ação da GNR decorreu em Vale de Cambra.

A+ / A-

O comando territorial da GNR de Aveiro deteve na madrugada deste sábado três homens por condução perigosa, no decurso de uma “grande operação” no concelho de Vale de Cambra, distrito de Aveiro, anunciou a corporação em comunicado.

A operação especial de prevenção criminal, efetuada pelo destacamento territorial de Oliveira de Azeméis, ocorreu na sequência de várias denúncias de corridas ilegais na zona industrial de Lordelo, Coral e Vale de Cambra, e teve por objetivo prevenir a realização de corridas ilegais e manobras perigosas na via pública.

“No decorrer da operação detetaram-se cerca de 2.000 pessoas, entre participantes e espetadores, tendo sido fiscalizados diversos veículos automóveis”, indica o comunicado.

No rescaldo da operação, foram identificados 1.215 cidadãos “por infração às normas da situação de contingência e alerta, no âmbito da pandemia da COVID-19, nomeadamente a proibição de aglomeração de pessoas em número superior a 20”, apreendidos três veículos “por apresentarem transformações e alterações não averbadas no Documento Único Automóvel” e ainda efetuadas “38 contraordenações por infração ao Código da Estrada e legislação regulamentar”.

Os detidos foram constituídos arguidos e os factos remetidos para o Tribunal Judicial de Vale de Cambra.

O comando da GNR ressalva que procura prevenir estes fenómenos, que para além de porem em causa “o direito de circulação dos cidadãos” também atentam “contra a segurança rodoviária de todos quantos utilizam a via pública”.

A operação mobilizou 99 militares das valências do Territorial, Investigação Criminal (IC), Trânsito, Intervenção e Cinotécnica, e contou com o reforço do Destacamento de Intervenção (DI) do Porto, precisa ainda o comunicado.

Tópicos
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • José J C Cruz Pinto
    09 ago, 2020 Ílhavo 04:59
    Por que foram só três os detidos? Porque eram os condutores dos três carros apreendidos, e só a modificação de veículos dá direito a prisão? Ou porque foram os únicos que refilaram (por, coitados, terem ficado apeados)? Somos, de facto, um país único - sem dúvida o melhor de todos para ser levado a sério! Estou quase capaz de jurar que não foi a primeira vez que estes mesmos "engraçadinhos", na mesma zona, gozaram com a lei e as autoridades. [Um ou vários dos próximos surtos de COVID-19 poderão já estar a "chocar". Há as festas COVID, ... e as corridas COVID! Somos o povo mais criativo do mundo!]