Tempo
|
A+ / A-

Banco Montepio com prejuízos de 51,3 milhões de euros

01 ago, 2020 - 11:30 • Lusa

O banco concedeu, até final de junho, 34 mil moratórias no pagamento de créditos.

A+ / A-

O Montepio teve prejuízos de 51,3 milhões de euros no primeiro semestre, que comparam com os lucros de 3,6 milhões de euros do mesmo período de 2019, divulgou a instituição.

O banco justifica os prejuízos entre janeiro e junho com as imparidades que constituiu (109,4 milhões de euros) para fazer face a perdas de crédito decorrentes da crise pandémica.

O Montepio revela ainda concedeu, até final de junho, 34 mil moratórias no pagamento de créditos.

Segundo as contas semestrais conhecidas este sábado, as moratórias correspondem a créditos no valor de 3.000 milhões de euros e, das 34 mil moratórias concedidas, 20.500 foram a famílias e 13.500 a empresas.

As moratórias de crédito (que suspendem pagamentos de capital e/ou juros) foram criadas como uma ajuda a famílias e empresas penalizadas pela crise económica desencadeada pela pandemia de Covid-19.

Em junho, o Governo decidiu estender as moratórias de setembro deste ano para 31 de março de 2021 e alargou também as condições em que os clientes podem aceder às moratórias. Os clientes podem pedir acesso às moratórias até final de setembro.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.