Tempo
|
A+ / A-

Ministra da Saúde

Taxa de transmissibilidade de Covid-19 em Portugal tem vindo a descer

31 jul, 2020 - 15:22 • Lusa

“O número de novos casos a cada geração da doença está num decréscimo paulatino a nível nacional”, indicou Marta Temido esta sexta-feira.

A+ / A-

A taxa de transmissibilidade da Covid-19 em Portugal tem vindo sempre a descer, afirmou esta sexta-feira a ministra da Saúde.

Na conferência de imprensa de acompanhamento da pandemia, Marta Temido afirmou que entre 23 e 27 julho, o índice de transmissão da doença, o chamado Rt, foi estimado em 0,94, podendo situar-se numa amplitude entre 0,93 e 0,96.

“O número de novos casos a cada geração da doença [capacidade média de cada nova infeção gerar novos casos] está num decréscimo paulatino a nível nacional”, indicou a ministra.

Atualmente, há 381 pessoas internadas, 280 das quais nas unidades da administração regional de saúde de Lisboa e Vale do Tejo, 41 das quais em cuidados intensivos (27 na região de Lisboa).

Marta Temido referiu que continuam ativos no país 194 surtos: 47 na região Norte, 12 na região Centro, 106 na região de Lisboa e Vale do Tejo, 14 no Alentejo e 15 no Algarve.

As autoridades de saúde consideram um surto ativo até 28 dias – o equivalente a dois períodos de incubação - depois do caso mais recente registado.

Nos últimos sete dias, registaram-se 13,4 novos casos por cada 100 mil habitantes e nos últimos 14 dias, a taxa de incidência situou-se em 29,1 novos casos por 100 mil habitantes.

A pandemia de Covid-19 já provocou mais de 667 mil mortos e infetou mais de 17 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 1.727 pessoas das 50.868 confirmadas como infetadas, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Depois de a Europa ter sucedido à China como centro da pandemia em fevereiro, o continente americano é agora o que tem mais casos confirmados e mais mortes.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.