Tempo
|
A+ / A-

Moody’s estima que o défice de Portugal atinja os 9,2% do PIB este ano

29 jul, 2020 - 11:18 • Lusa

A estimativa da Moody’s surge depois de a agência ter decidido no dia 17 de julho não se pronunciar sobre Portugal, mantendo o "rating" em Baa3, acima do "lixo" com perspetiva “positiva”.

A+ / A-

A agência de notação financeira Moody’s estima que o défice de Portugal atinja os 9,2% do PIB este ano e recupere apenas até aos 4,8 em 2021, segundo um relatório divulgado esta quarta-feira.

“A Moody's prevê que o défice geral do Governo chegará aos 9,2% do PIB em 2020 antes de reduzir para os 4,8% em 2021, com a atividade económica a retomar e os efeitos das medidas orçamentais mais pontuais a se afastarem”, aponta a agência de notação.

“Apesar da atividade económica estar a recuperar algum impulso no segundo semestre do ano, a Moody's espera que o PIB [Produto Interno Bruto] real de Portugal contraia 9,5% em 2020, entre os mais severos da zona do euro”, refere.

A estimativa da Moody’s surge depois de a agência ter decidido no dia 17 de julho não se pronunciar sobre Portugal, mantendo o "rating" em Baa3, acima do "lixo" com perspetiva “positiva”.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.