Tempo
|
A+ / A-

António Costa: Morte de animais em Santo Tirso "é absolutamente intolerável"

24 jul, 2020 - 11:19 • Redação

Primeiro-ministro chocado com a morte de dezenas de cães e gatos na sequência de um incêndio.

A+ / A-

O primeiro-ministro, António Costa, mostra-se chocado com a morte de mais de 70 animais em canis de Santo Tirso, na sequência de um incêndio.

"Eu não estava cá, mas ouvi o que disse, e bem, aquilo que foi o massacre chocante dos animais em Santo Tirso", afirmou António Costa em resposta ao deputado André Silva, do PAN, no debate do estado da Nação.

"É absolutamente intolerável o que aconteceu", disse António Costa, que aguarda conclusões das investigações em curso. Na ocasião, o primeiro-ministro defendeu mudanças.

"Quanto à orgânica do Estado: temos de repensar, porque a Direção-Geral de Veterinária não está feita para cuidar de animais de estimação e manifestamente não tem revelado capacidade ou competência de se ajustar à nova realidade legislativa que temos", defendeu o chefe do Governo.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.