Tempo
|
A+ / A-

Ronaldo campeão de Itália, nono título consecutivo para a Juventus

26 jul, 2020 - 22:38

Craque português foi decisivo na vitória sobre a Sampdoria. Marcou um golo e conquistou o segundo campeonato pela "Vecchia Signora".

A+ / A-

A Juventus sagrou-se este domingo campeã de Itália pela nona temporada consecutiva. E Cristiano Ronaldo ajudou à festa, ao assinar um golo na vitória sobre a Sampdoria.

É uma notícia que se repete temporada após temporada. A equipa de Turim reforça o domínio interno e conquista a Serie A pela 36ª vez.

Cristiano Ronaldo passa a contar no currículo com dois campeonatos italianos.

A jogar em casa, a Juventus bateu esta noite a Sampdoria, por duas bolas a zero. O primeiro golo foi apontado pelo internacional português, no final da primeira parte.

A formação de Turim continuou com o pé no acelerador e ampliou a vantagem aos 67 minutos, desta feita com um tento apontado por Federico Bernardeschi, que também contou com o envolvimento do craque português.

Cristiano Ronaldo dispôs de uma oportunidade soberana para assinar o 3-0, mas desperdiçou uma grande penalidade ao cair do pano.

A Juventus garante o nono título consecutivo a duas jornadas do final da Serie A. Soma 83 pontos e tem sete de vantagem sobre o segundo classificado, Inter de Milão.

Cristiano Ronaldo ainda está na corrida pelo troféu de melhor marcador de Itália. O artilheiro madeirense tem 31 golos e Immobile, da Lázio, tem 34 golos marcados até agora.

Nesta jornada da Liga italiana, destaque ainda para a vitória da AS Roma. A equipa treinada pelo português Paulo Fonseca venceu a Fiorentina, por 2-1, e reforçou no quinto lugar, aproveitando o empate do AC Milan com a Atalanta.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.