Tempo
|
A+ / A-

"Life in a day"

Quer participar num documentário? Envie um vídeo da vida em pandemia a Ridley Scott

24 jul, 2020 - 12:14 • Joana Gonçalves

Dez anos depois, o realizador norte-americano junta-se novamente ao cineasta escocês Kevin Macdonald na recriação do projeto original "Life in a day". Os vídeos devem ser captados durante o dia 25 de julho e enviados para a equipa de realização que vai editá-los num documentário apresentado no Sundance Film Festival.

A+ / A-

Como é viver em tempos de pandemia? Para que não nos esqueçamos da resposta, Ridley Scott, realizador de "Blade Runner" e "Alien", e Kevin Macdonald, cineasta escocês, convidam-no a participar num documentário que procura retratar a vida em confinamento.

Num vídeo publicado no Youtube, Scott e Macdonald apelam a todos os utilizadores da plataforma que filmem um dia na sua vida, já este sábado: 25 de julho. O projeto agora apresentado é uma sequela da ideia original concebida em 2010 no documentário intitulado "Life in a day" ["A vida num dia", em tradução livre].

Os dois realizadores propõem-se, assim, a contar a história de um dia na Terra, em 2020, pela lente de milhares de pessoas, em diferentes partes do mundo. O resultado deverá contar com as mais distintas narrativas, em diversos idiomas.

Numa era em que as rotinas sofreram, em muitos casos, alterações dramáticas, Macdonald ambiciona captar uma realidade que varia do confinamento total, às atividades mundanas a que já nos habituamos.

Para participar deverá enviar um vídeo caseiro para a equipa de realizadores, que vai editá-los num documentário apresentado no Sundance Film Festival e será, mais tarde, disponibilizado na íntegra no Youtube.

“Basta filmarem um cenário, em vez do habitual retrato, e certifiacarem-se de que o som é audível. Tentem ser o mais honestos possível e não tenham receio de mostrar alguma vulnerabilidade", adiantou Kevin Macdonald em entrevista ao jornal britânico "i".

A primeira edição do projeto somou mais de 4.500 horas de imagens, de 80 mil fontes distintas, captadas em 192 países. O resultado? Um documentário de 90 minutos que pode ver na plataforma de streaming, que acumula mais de 16 milhões de visualizações.

O vídeo de apresentação do novo projeto soma mais do dobro das visitas: 36 milhões, à data de hoje.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.