Tempo
|
A+ / A-

Fernando Pires

Escolha de Vieira "tem lógica”, mas dá "maior responsabilidade" a Jorge Jesus

22 jul, 2020 - 18:15 • Pedro Azevedo

Presidente da Associação Brasileira de Treinadores de Futebol entende a aposta do presidente do Benfica mas avisa que a responsabilidade de Jorge Jesus aumentou

A+ / A-

O presidente da Associação Brasileira de Treinadores de Futebol considera que a aposta de Luís Filipe Vieira no regresso de Jorge Jesus ao Benfica é segura pela qualidade do treinador, contudo, avisa que, nesta segunda passagem pela Luz, Jesus tem responsabilidade acrescida.

Em entrevista exclusiva a Bola Branca, Fernando Pires assume que "a escolha de Luís Filipe Vieira tem lógica".

"Jorge Jesus teve um sucesso estrondoso no Brasil e o Benfica perdeu o título para o FC Porto, depois de estar na frente do campeonato português. O presidente do Benfica quis apostar num treinador que desse garantias. Jorge Jesus é uma aposta segura, mas dá maior responsabilidade ao treinador, porque terá de conquistar títulos e, se não conseguir, isso irá pesar na sua situação profissional”, considera.

Reforços brasileiros para o Benfica


Jorge Jesus já trabalha na planificação do Benfica 2020/21. A possibilidade de trazer jogadores do Flamengo, com o avançado Bruno Henrique no topo das preferências, pode não ser fácil.

“Contratar os mais importantes jogadores do Flamengo pode custar muito caro. Se o Benfica vai investir ou o Flamengo vai ter interesse de os negociar é uma situação que passa por outros interesses que não sabemos”, refere Fernando Pires.

O presidente da Associação Brasileira de Treinadores de Futebol fica a torcer pelo sucesso do treinador português, depois do sucesso alcançado em pouco mais de um ano de trabalho no clube carioca:

“Só tenho que agradecer o trabalho que ele desenvolveu no Flamengo e desejar-lhe sucesso. Muitas vitórias e conquistas é o que posso desejar a Jorge Jesus."

Portas do Brasil abertas para Jorge Jesus


O dirigente brasileiro não deixa, contudo, de estranhar a forma como o treinador saiu do Flamengo.

“A maneira como saiu apanhou as pessoas de surpresa, porque surge logo após a renovação de contrato pelo Flamengo. Se havia o interesse do Benfica na contratação dele, não havia a necessidade de renovar contrato. Não sei se foi estratégia. Repetir o sucesso no Flamengo alcançado na última época poderia acontecer, mas seria difícil e, saindo, deixa as portas do Flamengo abertas no futuro próximo, ou quem sabe outro grande clube brasileiro”, admite.

Fernando Pires considera que o futebol brasileiro ficou mais rico com a passagem de Jorge jesus pelo comando do Flamengo.

“Contribuiu para que o futebol brasileiro se valorizasse no âmbito dos treinadores. Deixou um legado no Brasil enriquecendo o nosso futebol”, sublinha.

Leonardo Jardim ou Marco Silva no Flamengo?


Depois da saída de Jorge Jesus do Flamengo, o clube carioca colocou na lista para a sucessão dois portugueses: Leonardo Jardim e Marco Silva. Fernando Pires admite que a escolha possa passar por um desses nomes.

“Pode acontecer, mas o que me incomoda é poder chegar outro português para o Flamengo e as pessoas ficarem a fazer comparações. Se ficarem à espera que o Flamengo traga outro treinador português que seja um Jorge Jesus II, vai deixar as pessoas frustradas porque não há dois técnicos iguais. Eu defendi o Jorge Jesus desde o início, mesmo quando ele foi questionado. Do próximo, vou voltar a dizer para lhe darem tempo”, antecipa.

A tarefa de Jesualdo Ferreira no Santos


Sem Jorge Jesus no campeonato brasileiro, as atenções dos portugueses viram-se para Jesualdo Ferreira, treinador do Santos.

Fernando Pires considera que a missão de Jesualdo não será fácil, apesar de já não ter Jorge Jesus como adversário no Brasileirão.

“O sucesso dele nada terá a ver com a não permanência de Jorge Jesus como concorrente, mas dependerá do plantel que estiver ao seu dispor. A competência de Jesualdo Ferreira é inquestionável, mas o Santos desfez-se dos seus principais jogadores nos dois últimos campeonatos. Isso pode trazer problemas para Jesualdo Ferreira. Terá de reconstruir a equipa do Santos. Pode realizar um grande trabalho, mas passará sempre pela qualidade do plantel que o Santos colocar à disposição dele”, reforça.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.