Tempo
|
Euranet
Visto de Bruxelas
Semanalmente, um olhar sobre a atualidade europeia. Quinta às 13h.
A+ / A-
Arquivo
Europa para que te quero? (18/06/2020)
Europa para que te quero? (18/06/2020)

​VISTO DE BRUXELAS

Acordo para pós-Covid? Talvez mais tarde

18 jun, 2020 • Celso Paiva com Pedro Caeiro


A semana fica indiscutivelmente marcada pelo Conselho Europeu de amanhã - mais um por videoconferência - e o primeiro desde que foram conhecidas as propostas que a Comissão Europeia apresentou para relançar a economia no pós-pandemia.

Bruxelas, recorde-se, propõe um pacote de recuperação económica que prevê a criação de um fundo de 750 mil milhões de euros, dos quais 500 mil milhões são subvenções a fundo perdido e propõe também um orçamento europeu de longo prazo que aposta na transição ecológica e digital.

Do encontro de amanhã não deverá sair já um acordo. Prevê-se uma negociação longa e complexa entre os 27 e o mais certo é que as decisões venham a ser tomadas no próximo Conselho – marcado para 10 de Julho e já dentro da presidência alemã na União Europeia.

Se a proposta da Comissão vingar, Portugal tem muito a ganhar nesta negociação - 15 mil milhões de euros em subvenções a fundo perdido do plano de recuperação, mais 10 mil milhões sobre a forma de empréstimos, e ainda 33 mil milhões de euros do orçamento europeu em 7 anos.

No resto da actualidade, no rescaldo dos protestos anti-racistas nos EUA e na Europa - na sequência da morte de George Floyd - o Parlamento Europeu debateu ontem as medidas que devem ser tomadas para combater a discriminação. A presidente da Comissão Ursula von der Leyen pediu a todos uma luta sem tréguas contra o racismo e a discriminação e reconheceu que as minorias estão pouco representadas nas instituições europeias.

A presidente da Comissão disse também que é possível mudar de rumo se houver vontade política. O Parlamento Europeu votará uma resolução sobre este assunto amanhã. Numa resolução aprovada no ano passado, o Parlamento já instava os Estados-membros a desenvolverem estratégias nacionais de luta contra o racismo em domínios como a educação, a habitação, o emprego e o policiamento.

Brexit again

Esta semana atenções viradas também para o Brexit e, em concreto, para o encontro dos líderes das instituições europeias - Comissão, Conselho e Parlamento - com o Primeiro-ministro britânico. Foi na segunda-feira, também por videoconferência, e para fazer o ponto de situação das negociações relativas à futura parceria entre Bruxelas e Londres.

Sem nenhum avanço concreto, mas com o compromisso de dar um novo impulso às conversações para fechar um entendimento este ano, a União Europeia diz que um acordo não pode ser alcançado a qualquer preço.

Este conteúdo é feito no âmbito da parceria Renascença/Euranet Plus – Rede Europeia de Rádios. Veja todos os conteúdos Renascença/Euranet Plus.
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.