Tempo
|
A+ / A-

Televisão

Cristina Ferreira deixa a SIC e volta à TVI

17 jul, 2020 - 19:08 • Filipe d'Avillez

A apresentadora assumirá um cargo na administração do canal e espera poder revelar facetas profissionais.

A+ / A-

A apresentadora Cristina Ferreira está de saída da SIC para voltar à TVI.

Dois anos depois de ter causado sensação ao ser apresentada pela SIC, abandonando precisamente a TVI, a estrela da televisão portuguesa regressa, mas desta vez como acionista da Media Capital.

Num comunicado publicado pela Media Capital pode ler-se que "Cristina Ferreira regressa à TVI como Diretora de Entretenimento e Ficção, tendo já manifestado a sua intenção de compra de participação na Media Capital, com o intuito de vir a tornar-se também accionista do canal televisivo. O regresso de Cristina à casa de origem acontece dois anos depois da sua saída, prevendo-se o início de funções a 1 de Setembro de 2020."

"As Três da Manhã" sentiram-se em casa com Cristina Ferreira
"As Três da Manhã" sentiram-se em casa com Cristina Ferreira

A própria confirma o regresso, segundo o comunicado, que diz ainda que esta será uma oportunidade para revelar outras facetas de Cristina Ferreira para além de apresentadora.

"Trata-se de um regresso à casa mãe, com funções distintas e um projeto ambicioso ao qual era impossível dizer que não. É uma escolha conduzida pelo afecto com a firme vontade de contribuir para recolocar a TVI no coração de todos os portugueses", diz.

Cristina Ferreira aproveita ainda para agradecer à SIC. "Neste momento de saída, não posso deixar de agradecer à SIC, à sua Administração, a oportunidade que me foi concedida e a possibilidade de trabalhar com profissionais de excepção. O meu muito obrigada a todos. A SIC é uma estação de televisão de referência, onde fui muito bem acolhida e para a qual formulo votos de maior sucesso profissional para o futuro."

A estação de Carnaxide já reagiu, manifestando "desilusão". A SIC mostra-se insatisfeita e fala numa decisão “abrupta e surpreendente”.

Os contornos legais da decisão de Cristina Ferreira de pôr termo ao seu contrato de forma unilateral não são ainda claros, mas a SIC avisa que “reserva todos os seus direitos em face desta situação”.

Ano de mudanças para a TVI

A "transferência" de Cristina Ferreira é apenas mais uma novidade naquele que tem sido um ano cheio de mudanças para a TVI.

Na quinta-feira foi anunciado que Nuno Santos tinha sido nomeado diretor-geral do canal detido pela Media Capital. Em comunicado, o Conselho de Administração da estação de Queluz refere que a escolha de Nuno Santos, 52 anos, "inscreve-se na transformação da companhia que vem tendo lugar e numa visão integrada da atividade da TVI, com o objetivo de colocar o canal e toda a plataforma de conteúdos numa posição de ainda maior destaque no mercado dos media em Portugal".

Meses antes, em maio, a Media Capital viu o empresário Mário Ferreira tornar-se dono de mais de 30% das ações, num investimento de mais de 10 milhões de euros.

Em entrevista à Renascença, Mário Ferreira admitiu que quer tornar a TVI menos dependente de publicidade.

[Notícia atualizada às 19h59]

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Jose Manuel Almeida Tavares
    18 jul, 2020 Porto 11:17
    Parabéns Cristina. Grande mulher, inteligentíssima, humilde, dinâmica e pode ser incluída no pedestal dos nossos grandes empresários. Fez pela vida e muitos têm inveja do seu percurso de vida. Não sou seu fã televisivo mas admiro-a muito. Força Cristina... E já agora sendo uma campeã junte-se aos campeões fazendo-se sócia do FCP.
  • ze
    18 jul, 2020 aldeia 00:05
    Agora tem um processo posto pela SIC no valor de 4 milhões de euros,por incumprimento de contrato,o dinheiro não é tudo nesta vida,também há uma coisa chamada de "PALAVRA",parece que já pouca gente sabe o que é.saíu mal nesta fotografia e deve ter descido muito na pontuação .
  • 17 jul, 2020 20:17
    Ao trabalhar com Alguém de EXCEPÇÃO é sinal que não há MELHOR. E ao FORMULAR o MAIOR SUCESSO para o futuro, também aqui é sinal de que esperará um lugar não CIMEIRO, não será verdade? Há um provérbio que diz, " a palavra é de prata e SILÊNCIO É OURO ", a vida é isto.