Tempo
|
A+ / A-

Thomas Bach anuncia recandidatura à presidência do COI

17 jul, 2020 - 14:59 • Lusa

Advogado alemão espera, nas eleições de 2021, ter votos para cumprir um segundo e último mandato de quatro anos.

A+ / A-

O presidente do Comité Olímpico Internacional (COI), Thomas Bach, anunciou, esta sexta-feira, a recandidatura à liderança, nas eleições de 2021, para cumprir um segundo e último mandato de quatro anos.

“Se os membros do COI quiserem, estou pronto para cumprir um segundo mandato”, disse o advogado alemão, de 66 anos, no discurso inaugural de mais uma reunião de trabalho por videoconferência do organismo olímpico.

Thomas Bach referiu que, nos últimos dias, muitos membros do COI o contactaram para discutir a questão das eleições presidenciais do próximo ano, mas, na altura, não disse nada, porque pretendia fazer o anúncio hoje, diante de todos.

Bach foi eleito presidente do COI em 2013, em Buenos Aires, na Argentina, para um primeiro mandato com a duração de oito anos. Após o primeiro mandato, o presidente pode recandidatar-se a um segundo, mas de apenas quatro anos, de acordo com a Carta Olímpica.

A decisão anunciada esta sexta-feira por Thomas Bach foi tomada há meses e, até ao momento, nenhum outro membro do COI pretende contestar a sua reeleição, nem assumir-se como candidato.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.