Tempo
|
A+ / A-

António Costa felicita FC Porto pela conquista do título e deixa apelo aos adeptos

16 jul, 2020 - 13:23 • Lusa

Primeiro-ministro pede aos adeptos que saboreiem as vitórias, mas cumpram das normas e recomendações da Direção-Geral da Saúde em tempo de pandemia de covid-19.

A+ / A-

Veja também:


O primeiro-ministro, António Costa, felicitou esta quinta-feira o FC Porto pela conquista do título português de futebol, alertando para a necessidade do cumprimento das recomendações da Direção-Geral da Saúde (DGS) durante os festejos, devido à pandemia de covid-19.

“Parabéns ao FC Porto. Presidente, equipa técnica, jogadores e adeptos pelo título de campeão nacional de futebol. Num campeonato tão atípico, a vitoria não deve ser menos saboreada, mas cumprindo sempre as normas e recomendações da Direção-Geral da Saúde”, escreveu António Costa na rede social Twitter.

O FC Porto assegurou na quarta-feira a conquista do 29.º título de campeão português de futebol, ao vencer o Sporting por 2-0, no Estádio do Dragão, no Porto, no encontro de encerramento da 32.ª jornada da I Liga 2019/20.

Danilo Pereira, aos 64 minutos, e o maliano Marega, aos 90+1, selaram o triunfo do ‘onze’ de Sérgio Conceição, que, com duas rondas por disputar, passou a somar 79 pontos, contra 71 do Benfica, segundo classificado.

Fonte das Relações Públicas da PSP do Porto disse à Lusa que o Comando Metropolitano acionou durante a madrugada o Corpo de Intervenção para dispersar os adeptos que se concentraram na Avenida dos Aliados, para festejarem a conquista do título.

Os adeptos que insistiam em concentrar-se na Avenida dos Aliados, onde tradicionalmente se festejam os títulos do FC Porto, arremessaram objetos, como garrafas e outros, contra a polícia.

A mesma fonte disse desconhecer, no momento, se houve detenções, remetendo para mais tarde outras informações.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.