|

 Casos Ativos

 Suspeitos Atuais

 Recuperados

 Mortes

A+ / A-

Meses à espera de passar à reforma? Governo quer "Pensão na Hora" até ao fim de 2021

15 jul, 2020 - 14:54 • Paula Caeiro Varela

Simplex entra em nova fase. Foram apresentadas 150 medidas que devem representar uma poupança de 190 milhões de euros.

A+ / A-

A partir do final de 2021, o Governo promete que quem se reforma não vai ter de ficar à espera que o processo tenha despacho e chegue a pensão.

Na apresentação esta quarta-feira de manhã de mais uma fase do chamado Simplex - Programa para Modernizar a Administração Pública, a ministra da tutela apresentou como uma das mais importantes a medida "Pensão na Hora".

"É uma medida que vai permitir que toda a gente que atinja a idade da reforma possa imediatamente, através da Segurança Social Direta, ter a pensão imediatamente definida com o seu montante, se tiver a sua carreira contributiva toda em Portugal, e portanto evitar aquele hiato que por vezes existia entre o momento em que a pessoa atinge a idade da reforma e o momento em que efetivamente pode ir para a sua merecida reforma", explicou a ministra.

A governante estima que as medidas mais relevantes desta fase do simplex têm uma poupança prevista de 190 milhões de euros.

Ao todos, são 150 as medidas desta nova fase.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Americo Anastacio
    15 jul, 2020 Leiria 17:24
    Boa tarde. E se em vez de tantos anúncios, " pusessem as coisas funcionar", como diz o povo. Esta gente vive de anuncios.
  • Maria Duarte
    15 jul, 2020 Lisboa 16:28
    O título da notícia é altamente enganador! Leiam-no com atenção e, depois, reparem como começa a narrativa: "A partir do final de 2021, o Governo ..." A RR anda um pouco distraída na forma como apresenta as notícias. Não precisam de ser sensacionalistas. Informem com correcção que continuarão a ter leitores. Grata, Bela D.