|

 Casos Ativos

 Suspeitos Atuais

 Recuperados

 Mortes

A+ / A-

Coronavírus

Balanço DGS. Mais oito mortos e 342 casos de Covid-19 em Portugal

11 jul, 2020 - 14:23 • Filipe d'Avillez

Os números dos últimos dias foram revistos pela DGS. A esmagadora maioria dos novos casos são da área de Lisboa e Vale do Tejo.

A+ / A-

Veja também:


Portugal regista 1.654 mortes (mais oito que na sexta-feira) e 46,221 casos confirmados de infeção com Covid-19 (mais 342 em relação aos dados de sexta-feira, já revistos) casos confirmados de infeção com Covid-19, segundo o boletim diário da Direção-Geral da Saúde (DGS). Estes dados representam um aumento de 0,5% e de 0,7% no número de óbitos de de casos confirmados, respetivamente.

Este acréscimo é atribuído à Região de Lisboa e Vale do Tejo que é, neste momento, o epicentro da pandemia em Portugal, e que regista este sábado mais 259 casos face ao dia anterior. Os oito mortos foram também registados na mesma região. Os novos casos na região de Lisboa e Vale do Tejo representam 75,7% do total de novos casos no país inteiro.

Nas últimas 24 horas, o número de pessoas internadas desceu de 471 para 459, mas o número de internados em cuidados intensivos aumentou de 66 para 68.

O relatório deste sábado, com dados atualizados até às 00h00 de sexta, mostra uma subida de 305 no número de recuperados, para um total de 30.655.

Desde o dia 1 de janeiro, registaram-se 403.748 casos suspeitos. O relatório revela, ainda, que 1.705 casos ainda aguardam os resultados dos testes laboratoriais e mais de 34 mil pessoas estão sob vigilância das autoridades sanitárias.

A região Norte é a que regista o maior número de mortos (821), seguida da região de Lisboa e Vale do Tejo (535), da região Centro (250 - região onde ocorreram as duas mortes desta sexta-feira), do Alentejo (18) e do Algarve (15). O boletim dá conta de 15 óbitos nos Açores. O arquipélago da Madeira continua sem registo de mortes por Covid-19.

É nos 80 anos para cima que se registam mais óbitos (1.108), seguido do grupo dos 70 aos 79 anos (318), dos 60 aos 69 anos (149), dos 50 aos 59 anos (55), dos 40 aos 49 anos (20), dos 20 aos 29 anos (2) e dos 30 aos 39 anos (2).

No total, morreram 828 mulheres e 826 homens com Covid-19.

Lisboa e Vale do Tejo é a região mais afetada, em termos cumulativos, pela pandemia, com 22.385 casos. Seguem-se Norte (18.068), Centro (4.255), Algarve (695), Alentejo (570), Açores (153) e Madeira (95).


Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Filipe
    11 jul, 2020 évora 16:49
    Este vírus só é travado pelo distanciamento ou confinamento obrigatório e quanto mais cedo melhor . Caso , quando vier as variantes das gripes sazonais a partir de Outubro e a continuarem estes números , rebentam o sistema de saúde e matam todos aqueles que adiaram cirurgias e consultas externas . Para mais , sendo Portugal o quarto país da Europa com maior número de casos diários , não tarde um embargo do Mundo a Portugal . O senhor presidente e o senhor primeiro ministro andam a dormir na sombra da bananeira , descontrolaram-se e agora correm todos atrás do prejuízo esperando um milagre que nunca irá acontecer , bem pelo pior . Milhares de cidadãos com sequelas e outros tantos mortos sem culpa , onde podiam viver mais anos sem morrerem deste Covid - 19 de forma propositada .