|

 Casos Ativos

 Suspeitos Atuais

 Recuperados

 Mortes

A+ / A-

Famalicão assume luta pela Europa

11 jul, 2020 - 18:51 • Lusa

João Pedro Sousa refere que a sua equipa está “numa luta para a qual não fomos convidados”. Famalicão é sexto, a um ponto do Rio Ave.

A+ / A-

O treinador do Famalicão admite que a equipa está "numa luta para a qual não foram convidados", referindo-se à tentativa de garantir um lugar nas competições europeias de futebol.

O técnico da equipa da I Liga portuguesa de futebol não assume esse objetivo, preferindo dizer que apenas quer vencer os jogos que faltam no campeonato.

"A nossa palavra é lutar pela vitória nos jogos e por um lugar, pelo menos, em que estamos ou tentar subir mais uma posição. Estamos numa luta para a qual não fomos convidados, mas estamos nela com muito orgulho, com equipas muito competentes e até podemos chegar ao quarto lugar. Estamos nesta luta, com muita vontade de estar e com muita ambição", afirmou João Pedro Sousa em conferência de imprensa de antevisão da partida com Vitória de Setúbal.

Famalicão é sexto, a um ponto do Rio Ave.

Sobre esse encontro contra os sadinos, o técnico famalicense espera várias dificuldades. "O importante é mantermos a nossa identidade, entrarmos no jogo concentrados e determinados porque vamos encontrar uma equipa que precisa e quer vencer, que será um adversário difícil num campo tradicionalmente complicado", referiu ainda.

Já quanto às críticas ao festejo de Guga depois do golo frente ao Benfica, José Pedro Sousa desvalorizou.

"Faz parte da profissão dos atletas. Há um impacto muito grande naquilo que dizem ou fazem e eles têm noção disso. Não quero comentar, mas deixo só um pequeno pormenor, o Guga não foi o primeiro golo que fez este ano e o festejo já tinha acontecido antes. Foram injustos com o Guga", esclareceu.

O Famalicão, no sexto lugar, com 49 pontos, desloca-se ao terreno do Vitória de Setúbal, que é 16.º, com 30, e que ainda luta pela manutenção, numa partida da 32.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol.

Tópicos
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.