|

 Casos Ativos

 Suspeitos Atuais

 Recuperados

 Mortes

A+ / A-

Brasil

"Estou bem e tranquilo". Bolsonaro testa positivo à Covid-19

07 jul, 2020 - 16:22 • Redação

"Não é preciso entrar em pânico, a vida continua", afirmou o Presidente brasileiro, que tem apresentado febre, tosse, cansaço e dores musculares nos últimos dias.

A+ / A-
Bolsonaro afasta-se e tira a máscara, após anunciar que tem Covid-19. "Estou bem, tranquilo"
Bolsonaro afasta-se e tira a máscara, após anunciar que tem Covid-19. "Estou bem, tranquilo"

Veja também:


Na segunda-feira, o Presidente do Brasil afirmou estar com sintomas que poderiam dever-se à Covid-19, tendo o líder brasileiro, de 65 anos, realizado o teste no Hospital das Forças Armadas, em Brasília.

Esse resultado foi divulgado pelo próprio Jair Bolsonaro (e confirmado oficialmente em comunicado pelo ministério da Comunicação Social) esta terça-feira, que, utilizando máscara, confirmou aos jornalista que se encontra infetado com Covid-19.




Bolsonaro garante "estar bem", tendo apresentando febre, tosse, cansaço e dores musculares nos últimos dias. "Não é preciso entrar em pânico. A vida continua. Estou bem e tranquilo, graça a Deus, e quero agradecer a todos os que oraram por mim", referiu.

No final, e para confirmar o seu aparente bem-estar, Jair Bolsonaro acabaria mesmo por retirar a máscara. “Estou até com vontade de fazer uma caminhada, mas, por recomendação médica, não farei”, confessou aos jornalistas presentes no Palácio da Alvorada, em Brasília.

Em março, o Presidente brasileiro já tinha realizado três exames à Covid-19, tendo todos dado negativo.

O Brasil é um dos mais atingidos pelo novo coronavírus no mundo, ao contabilizar o segundo maior número de infetados e de mortos (mais de 1,62 milhões de casos e 65.487 óbitos), só atrás dos Estados Unidos.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • 07 jul, 2020 18:01
    Morre desgracado!