|

 Casos Ativos

 Internados

 Recuperados

 Mortes

A+ / A-

Ciclismo

Volta a Portugal entre final de setembro e início de outubro

06 jul, 2020 - 12:45 • Luís Aresta

O presidente da Federação Portuguesa de Ciclismo, Delmino Pereira, promete à Renascença novidades ainda esta semana.

A+ / A-

Vai haver Volta a Portugal entre o final de setembro e o início de outubro, garante à Renascença o presidente da Federação Portuguesa de Ciclismo. Delmino Pereira conta revelar nos próximos dias as linhas gerais da maior prova velocipédica nacional, incluindo os locais que irão acolher o início e o fim.

“O modelo organizativo está a ser fechado. Espero esta semana ter novidades para apresentar, sobre a solução e os termos em que irá decorrer a Volta a Portugal”, diz Delmino Pereira, garantindo que o organismo a que preside está a trabalhar para que “aconteça ainda este ano, provavelmente no final do mês de setembro, início do mês de outubro”.

O presidente da Federação Portuguesa de Ciclismo (FPC) não deixa de assinalar que se trata de “um evento de organização complexa e bastante dispendioso”.

Reabertura da época com nota positiva da Federação


A época nacional de ciclismo reabriu no domingo sob calor intenso, em Anadia, onde Rui Costa confirmou o favoritismo com que partia para um contrarrelógio individual de 22 quilómetros.

O cariz individual de prova dispensava a realização de testes à Covid-19, apenas obrigatórios nos casos em que os corredores participam em pelotão. O presidente da FPC assegura, porém, que “todas as equipas têm feito os seus testes internos e todas elas estão com muitos cuidados” neste regresso à competição.

“Foi uma boa reabertura da época, perante as fortes condicionantes a que todos estamos sujeitos”, considera Delmino Pereira, nestas declarações a Bola Branca, antes de concretizar que se tratou de “um belo momento, tanto pela qualidade desportiva, como pela qualidade organizativa e sanitária oferecida aos atletas e ao público que esteve presente”.

Para a Prova de Reabertura, a organização montou uma "zona zero" de acesso restrito aos atletas e ao "staff" da competição, “onde todos eram avaliados pelas equipas médicas, para perceber se tinham sintomas ou qualquer diagnóstico relacionado com Covid-19”. A medida foi complementada com regras para a circulação e cerimónias protocolares, cuidados permanentes de higienização e um plano de orientação para o público.

Rui Costa marca pontos na antecâmara do World Tour


A Prova de Reabertura foi ganha por Rui Costa. O corredor português da UAE-Team Emirates completou o percurso em 28 minutos e 10 segundos, seguido de Rafael Reis (GDF), a três segundos, e de Gustavo Veloso (W52), que totalizou mais 22 segundos que o vencedor.

Rui Costa prepara a presença no World Tour. O campeão do mundo de 2013 vai estar na Volta à Polónia, com início marcado para 5 de agosto.

Antes, Rui Costa participa na Strade Bianche, prova que assinala o regresso do ciclismo profissional em Itália, com partida a 1 de agosto, em Sienna.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.