|

 Casos Ativos

 Suspeitos Atuais

 Recuperados

 Mortes

A+ / A-

Covid-19. Mais três mortos em Reguengos de Monsaraz

05 jul, 2020 - 13:52 • Redação

Vítimas tinham 52, 89 e 93 anos. Todos os óbitos aconteceram no Hospital do Espírito Santo de Évora (HESE).

A+ / A-

Veja também:


Há mais três mortes resultantes do surto de Covid-19 que está ativo há vários dias em Reguengos de Minsaraz. No final da manhã de ontem, uma mulher de 93 anos morreu e ao final da tarde, um homem de 89 anos também perdeu a vida. Já este domingo morreu mais um elemento da comunidade local, aos 52 anos. Sobe assim para 12 o número de mortes que resultam deste foco de infeções.

Todos os óbitos aconteceram no Hospital do Espírito Santo de Évora (HESE). Os dados são da Proteção Civil de Reguengos de Monsaraz.

Assim, neste momento há 163 casos positivos acumulados, 10 dos quais já estão curados, e 141 casos ativos.

Dos 141 casos ativos relacionados com o último surto, registaram-se 91 no lar da Fundação Maria Inácia Vogado Perdigão Silva (FMIVPS) e 50 na comunidade (1 óbito).

Estes números verificam-se num universo de cerca de 1.730 testes com resultado conhecido até ao dia de ontem, no qual foram conhecidos resultados de aproximadamente 30 testes. Estão planeados para este domingo e amanhã mais cerca de 50 testes.

Relativamente ao foco infecioso verificado no Lar da FMIVPS, registamos ao dia de ontem 22 testes positivos ativos (1 caso curado e 1 óbito) a trabalhadores e 69 utentes (10 óbitos). Relativamente ao controlo da propagação na comunidade registaram-se no dia de ontem 1 caso positivo nos testes com resultados conhecidos durante o dia.

Encontram-se 19 utentes do Lar no HESE, quatro dos quais em cuidados intensivos. Dos casos de infeção na comunidade registamos um caso internado em cuidados intensivos. De entre os profissionais positivos registamos que todos estão a recuperar nas suas residências.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.