Tempo
|
A+ / A-

Pandemia de ​Covid-19

​Monjas de clausura rezam por todos os que lutam contra a Covid-19

29 jun, 2020 - 22:30 • Ângela Roque

Campanha de oração "Do Convento Rezo por Ti", lançada em abril, já envolve 13 mosteiros e 155 irmãs em todo o país. Inicialmente dirigida aos profissionais de saúde, foi agora estendida a todos os que enfrentam a pandemia.

A+ / A-

Veja também:


É um novo convite deixado pelas monjas de clausura, desta vez “a todos os que estão na frente desta luta”, e se esforçam por “minimizar as consequências” do novo coronavírus, “tanto ao nível da saúde, como económicas e sociais”, refere o vídeo que promove a nova fase da campanha de oração.

O número crescente de pedidos de ajuda levou ao alargamento da iniciativa. Desde o início de abril já foram quase 500. “Sentimos que as pessoas tinham essa necessidade”, diz à Renascença a irmã Madalena, das concepcionistas de Campo Maior, explicando que continuam a ter presentes na oração os que, nos hospitais, lutam para salvar vidas, mas esta nova campanha “é para todos”.

“No fundo, dirige-se a toda a gente: aos que neste momento têm de tomar decisões difíceis, aos que sentem grandes dificuldades por causa das consequências provocadas pela pandemia. Pensamos nas famílias, em todas as pessoas que têm trabalhos simples e que estão mais expostas, pensamos também em quem dá emprego e tem de tomar decisões difíceis para manter as pessoas a trabalhar. E pensamos em todos aqueles que sentem necessidade de Deus, de uma força e de uma graça especial neste momento”, sublinha.

Confiar no poder da oração

A iniciativa mostra que, apesar de viveram em clausura, estas religiosas estão atentas à realidade. “Esta é a nossa vocação, rezar por todos. E é também uma chamada de atenção, dizer que os mosteiros existem, que estamos aqui escondidas, que a nossa vocação é uma vocação oculta, mas estamos a rezar por todos”, diz a irmã Madalena, acrescentando que confiam no poder da oração. “A nossa vida é uma vida de fé. Ao contrário dos missionários e das pessoas que estão no campo, em ação, não vemos os resultados da entrega da nossa vida, mas confiamos no poder da oração, porque se não confiássemos, a nossa vida era uma vida totalmente perdida”.


A campanha já envolve 13 mosteiros femininos do país, e mais de uma centena e meia de religiosas. As inscrições podem continuar a ser feitas através do Facebook. “Entrem na página ‘Do Convento Rezo por Ti’, que foi criada para este efeito, e aí encontrarão a forma de nos contactar”, refere a irmã Madalena, explicando que “há um formulário para as pessoas preencherem e podem deixar uma mensagem”. Os pedidos são endereçados por email para o secretariado, que continua a ser assegurado por leigos, “para que possamos dedicar-nos inteiramente à nossa vocação e à nossa missão, que é rezar”.

Cada irmã reza por uma pessoa, de acordo com os pedidos que vão chegando. “É uma irmã concreta, que o secretariado designa, que fica a rezar por cada pessoa, por todas as preocupações que traz no coração”. Ao todo são 155 as monjas de clausura envolvidas nesta campanha de oração, que pode ser consultada aqui.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.