|

 Casos Ativos

 Internados

 Recuperados

 Mortes

A+ / A-

Ranking das escolas

Ranking de sucesso 2019. Escolas públicas lideram no básico e secundário pela primeira vez

27 jun, 2020 - 00:00 • Fátima Casanova

Escolas públicas têm estado sempre a ganhar terreno neste ranking que permite saber quais as escolas que mais contribuíram para melhorar o desempenho dos seus alunos.

A+ / A-

Veja também:


As escolas públicas conseguiram o pleno. Pela primeira vez têm o lugar cimeiro deste ranking a que a Renascença chama de Sucesso e que é construído tendo em conta o indicador “percursos diretos de sucesso”, que o Ministério da Educação divulga desde 2016.

No Ensino Básico, este indicador avalia o percurso de alunos que, à entrada no 3.º ciclo, tinham desempenhos semelhantes e que conseguiram terminar o 9.º ano com notas positivas nos dois exames (Português e Matemática), sem terem chumbado nem no 7.º, nem no 8.º ano.

Neste ranking, entre as 20 melhores instituições de ensino, neste ciclo de estudos, há 12 públicas, o dobro de 2016, quando no Ranking Tradicional, que só tem em consideração as médias das provas nacionais, nos primeiros 20 lugares não há nenhuma escola pública (a primeira está em 24.º lugar).

Pela primeira vez, este Ranking de Sucesso é liderado por uma escola pública. Trata-se da Básica Dr. Carlos Pinto Ferreira, em Vila do Conde, que desde que este indicador foi disponibilizado, tem vindo sempre a melhorar os resultados. Partiu da posição 28, no ranking de 2016, em 2018 ficou em 2.º lugar e agora chegou ao topo da tabela.

Esta escola do distrito do Porto conseguiu que os seus alunos progredissem mais 22% do que os estudantes, que partiram para o 3.º ciclo com o mesmo nível escolar. No ano passado, 69% dos alunos daquela escola concluíram o 3.º ciclo sem chumbos nos 7.º e 8.º anos e com nota positiva nos exames do 9.º ano (Português e Matemática), quando a nível nacional menos de metade dos alunos com idade e perfil sócioeconómico semelhante o conseguiram fazer

No segundo lugar deste ranking de sucesso está o Colégio de Nossa Senhora de Fátima, no distrito de Leiria, que conseguiu que os seus alunos progredissem mais 22% do que os seus colegas. Neste colégio, 94% dos alunos completaram o 3.º ciclo sem nunca chumbar, quando a média nacional dos alunos com o mesmo perfil, foi de 72%

A terceira instituição, que conseguiu fazer com que os alunos progredissem mais, foi o Conservatório de Música de Barcelos (21%), no distrito de Braga. Neste estabelecimento de ensino público, 84% dos alunos completaram o 3.º ciclo do básico sem repetirem nenhum ano.

Já do lado oposto da tabela está o Colégio Dona Filipa, na Amadora, distrito de Lisboa, onde apenas 28% dos alunos conseguiram terminar o 3.º ciclo sem nunca chumbar.

Comparando com os alunos do resto do país, com o mesmo perfil, que entraram para o 7.º ano no ano letivo 2016/2017, neste colégio os alunos apresentaram resultados inferiores em 28%.


Sucesso no secundário. Escola de Felgueiras sempre a subir


Foi um salto de gigante. Em quatro anos de Ranking de Sucesso, a escola Dr. Machado de Matos, em Felgueiras, deixou a posição número 233 para em 2019 se instalar no topo.

Nesta escola do distrito do Porto, menos de metade dos alunos (47.5%), conseguiu fazer o ensino secundário sem chumbar, ao mesmo tempo que tirava positiva nos dois exames trienais do 12.º ano, ainda assim foi mais do dobro (22,1%), da percentagem conseguida por outras escolas do país com alunos que entraram no secundário com um nível escolar semelhante. Uma diferença que fez com que esta escola se tenha distinguido positivamente pelo trabalho desenvolvido com os alunos ao longo dos três anos de estudos.

Já na segunda posição, depois de ter liderado este ranking em 2017 e 2018, está o Colégio de São Miguel de Fátima, que do básico ao secundário está abrangido por contratos de associação que celebra com o Estado para suprir carências da rede pública e assegurar ensino gratuito aos alunos. No ensino secundário, o colégio conseguiu que 69,7% dos seus alunos tivessem percursos de sucesso, quando a média de escolas semelhantes foi de 45,6%.

No terceiro lugar do Ranking de Sucesso, pelo segundo ano consecutivo, está a escola Básica e Secundária de Guia, em Pombal. Aqui 62,9% dos alunos completaram o secundário sem chumbos, mais 22,8% face à média nacional (de alunos, que chegaram ao 10.º ano com nível escolar semelhante). Esta escola do distrito de Leiria é uma das que mais progrediu desde 2016 (284.º lugar), altura em que este indicador foi considerado para a elaboração do Ranking de Sucesso.

Ao nível do secundário, e à semelhança do que acontece no ensino básico, entre as 20 melhores instituições de ensino, mais de metade são públicas (14), quando no Ranking Tradicional não há nenhuma (a primeira está em 34º lugar).

Neste ranking de sucesso, entre as 50 escolas que mais se destacaram no 3º ciclo e no secundário, só uma o conseguiu fazer em simultâneo. Trata-se da escola básica e secundária Dra. Judite Andrade, no Sardoal, no distrito de Santarém.

Saiba Mais
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.