À chegada ao aeroporto, só há medição da temperatura sem perguntas aos passageiros

18 jun, 2020 - 19:44 • Inês Rocha

Direção-Geral da Saúde diz estar a trabalhar num rastreio eletrónico que permitirá saber, caso haja um passageiro infetado, quem se sentou ao seu lado e com quem contactou. No entanto, a aplicação ainda não existe - para já, só são questionados passageiros que venham de zonas com mais casos ativos. Não foi o caso dos passageiros que chegaram, esta quinta-feira, de Londres ao aeroporto Francisco Sá Carneiro. Portugueses dizem não ter visto qualquer controlo além de uma câmara térmica, monitorizada por um grupo de bombeiros.

RSS iTunes URL Embed E-mail Facebook Twitter Whatsup Comentários
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.