Tempo
|
A+ / A-

Pandemia de Covid-19

Agrava-se situação em lar de Aljubarrota. Autarquia teme mais casos

17 jun, 2020 - 08:18 • João Cunha

São agora 39 os casos confirmados de Covid-19 no lar da Misericórdia de Aljubarrota, dez dos quais funcionários.

A+ / A-

Está a agravar-se a situação no lar da Misericórdia de Aljubarrota, em Alcobaça. Entre idosos e funcionários, há perto de 40 pessoas infetadas com o novo coronavírus.

No que respeita aos utentes, dos 35 idosos que ali residem, 29 testaram positivo para a Covid-19. Do lado dos funcionários, dos 20 que trabalham com os idosos, 10 também estão infetados.

Os números são avançados à Renascença pelo presidente da Câmara de Alcobaça, Paulo Inácio, que teme agora a propagação da doença à população.

“Outra situação que me preocupa, envolvendo a comunidade é que também já há reporte de alguns casos de familiares de trabalhadores. Houve dois ou três casos de familiares de trabalhadores que deram positivo”, refere.

Nesta quarta-feira de manhã, o autarca reúne-se com a Santa Casa da Misericórdia, as autoridades de saúde e a Segurança Social para avaliar se os utentes vão permanecer no lar e se é possível mantê-lo a funcionar com apenas 10 funcionários.

Durante a manhã, a instituição será desinfetada por uma equipa da GNR e Paulo Inácio vai exigir que os funcionários do serviço de apoio domiciliário sejam também testados, de forma a despistar qualquer hipótese de contacto.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.