Tempo
|
A+ / A-

Portugal comanda exercício militar a três mil km de distância

16 jun, 2020 - 12:37 • Ana Rodrigues

É a primeira vez que o comando da operação “Baltops”, no Báltico, se realiza a partir de Portugal.

A+ / A-

Em plena pandemia de Covid-19, Portugal está a comandar um exercício militar no Mar Báltico com três mil militares. O “Baltops 2020” decorre a cerca de 3000 quilómetros do comando da operação.

É a primeira vez que este exercício é realizado a partir de Portugal, mais concretamente a partir de Oeiras, onde está instalado o novo Centro de Operações Conjunto da STRIKFORNATO.

Os novos recursos deste centro incluem a partilha em tempo real de informação em rede, do panorama tático e operacional conjunto, comando e controlo aéreos, plataformas comuns de transmissão de imagem e teleconferência de suporte ao trabalho entre os navios no mar e os comandos em terra.

No Mar Báltico, estão 28 navios, 28 aeronaves e cerca de 3.000 militares de 19 países aliados e parceiros da NATO, a realizar exercícios de treino real que incluem operações de defesa aérea, interdição marítima e contramedidas de minas.

Na dependência direta do Comandante Operacional da NATO, a STRIKFORNATO atua como comando de forças conjuntas, centrado em ambiente marítimo, tendo como missão o comando e controlo do sistema de defesa marítima antimísseis da Europa.

Tópicos
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+