|

 Casos Ativos

 Suspeitos Atuais

 Recuperados

 Mortes

A+ / A-

Fernando Santos na seleção nacional até ao fim do Euro 2024

16 jun, 2020 - 16:35 • Redação

O selecionador nacional, campeão europeu em 2016, renova até 2024. No entanto, admite que este contrato poderá ser o último.

A+ / A-

A Federação Portuguesa de Futebol (FPF) anunciou, esta terça-feira, a renovação de contrato com Fernando Santos até ao final de 2024.

Se cumprido até ao fim, o novo vínculo manterá o selecionador nacional ao comando da equipa das quinas para o Euro 2020 (adiado para 2021), II Liga das Nações, Mundial 2022, III Liga das Nações e Euro 2024.

Em declarações ao site oficial, da FPF, o presidente do organismo, Fernando Gomes, assumiu que a decisão de renovar contrato com Fernando Santos "foi muito fácil" de tomar, pelos feitos do selecionador.

“Este é um lugar que o Fernando Santos merece, por aquilo que deu à seleção nacional e ao futebol português. Naturalmente, todos estes resultados - independentemente do excelente trabalho realizado ao longo destes seis anos - dão-nos essa garantia de ser [uma decisão] extremamente fácil e merecedora deste novo acordo", afirmou.

Citado, também, pelo site da FPF, Fernando Santos reconheceu ser "um grande privilégio" poder dar seguimento ao projeto iniciado "muito pela força, pela vontade e pela determinação" de Fernando Gomes:

"Para nós é um privilégio servir Portugal e o futebol português, é isso que vamos procurar continuar a fazer na mesma medida em que o temos feito, sempre com uma ambição, que é ganhar. Desde que chegámos foi a isso que nos propusemos. Sabemos que não vamos poder ganhar tudo, seguramente, mas lutar para ganhar tudo."

"Engenheiro" pode despedir-se em 2024


Fernando Santos admite que este contrato poderá ser o último: "É para mim uma honra pessoal estar com o presidente [Fernando Gomes] até ao fim do seu mandato. Será também, se calhar, o fim do meu."

O selecionador nacional, que enaltece que, até agora, cumpriu seis anos de "grande sucesso" à frente da equipa das quinas, garante que a equipa continuará a "dar sucessos e alegrias ao povo português".

Fernando Santos assumiu o controlo da seleção a setembro de 2014 e, desde então, tornou-se o selecionador com mais vitórias. Como ponto alto, tem a conquista do Euro 2016, assim como da I Liga das Nações.

Piores foram as participações na Taça das Confederações de 2017, em que não passou da primeira ronda a eliminar, as meias-finais, e no Mundial 2018, em que Portugal ficou pelos oitavos de final.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.