As gaffes, o "Ronaldo" das Finanças e uma saída anunciada. Cinco anos de Centeno no Governo

09 jun, 2020 - 21:18 • Inês Rocha

Começou por ser o ministro inexperiente que se enganava nos números e cometia gaffes em frente às câmaras, mas rapidamente mostrou resultados nas Finanças e deu nas vistas na Europa. Apelidado de "Ronaldo do ECOFIN" por Wolfgang Schäuble, tornou-se presidente do Eurogrupo e conseguiu o primeiro excedente orçamental da história da democracia portuguesa. Criticado por muitos pela forma como chegou aos números, passou por cima de várias polémicas até à saída, já há muito anunciada.

RSS iTunes URL Embed E-mail Facebook Twitter Whatsup Comentários
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.