Tempo
|
A+ / A-

Barco com migrantes intercetado ao largo de Olhão

06 jun, 2020 - 13:55 • Filipe d'Avillez

Um dos migrantes ter-se-á sentido mal e foi assistido, já em terra, pelo INEM.

A+ / A-

A Polícia Marítima intercetou este sábado ao início da tarde um barco que transportavam migrantes, ao largo de Olhão, no Algarve.

Os passageiros, que se presumem ser marroquinos, foram detidos pelas autoridades e o navio apreendido, segundo o “Jornal de Notícias”.

A mesma publicação indica que um dos passageiros sentiu-se mal, já em terra, e teve de ser assistido pelo INEM.

Em declarações à RTP, o capitão do Porto de Olhão, comandante André Cardoso de Morais, disse que havia sete pessoas a bordo e que todos serão sujeitos a testes de Covid-19 ainda esta tarde, como medida de segurança, uma vez que nenhum apresenta sintomas.

O comandante confirma que este é o terceiro incidente deste género, mas diz que é cedo para especular sobre a existência de uma rede de tráfego de pessoas.

Embora não seja uma das principais rotas de chegada de migrantes à Europa, esta não é a primeira vez que um grupo de homens tenta entrar ilegalmente em território português, vindo do Norte de África.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Cidadao
    06 jun, 2020 Lisboa 14:30
    Agora tratem-nos com chá, bolinhos e palmadinhas nas costas, que é para eles dizerem aos "amigos" "venham para cá mas por Portugal: os Tugas bimbos até nos dão guarida, e deixam-nos à solta, sem qualquer vigilância, para nos pirarmos quando quisermos".

Destaques V+