|

 Casos Ativos

 Suspeitos Atuais

 Recuperados

 Mortes

A+ / A-

Dois jogadores do Dortmund multados por desrespeitarem protocolo sanitário

05 jun, 2020 - 17:22 • Lusa

Jogadore receberam em casa um barbeiro e cortaram o cabelo sem a utilização de uma máscara.

A+ / A-

O defesa suíço Manuel Akanji e o avançado inglês Jadon Sancho, ambos do Borussia Dortmund, foram multados pela Liga alemã de futebol (DFL), por terem desrespeitado o protocolo da covid-19, revelou o organismo.

A DFL considerou que os dois jogadores, em fotos que foram publicadas nas redes sociais, não seguiram as medidas de saúde e de higiene aplicadas a todos os clubes da Bundesliga, quando receberam em casa um barbeiro e cortaram o cabelo sem a utilização de uma máscara. O organismo não divulgou o valor das multas.

Também através das redes sociais, outros jogadores do Dortmund, incluindo o português Raphaël Guerreiro, apareceram em fotos a cortar o cabelo, com o mesmo barbeiro, mas a DFL optou, para já, por não aplicar qualquer castigo.

Esta punição a Akanji e Sancho acontece numa semana em que algumas figuras do futebol alemão, como treinadores e dirigentes, defenderam a flexibilização das medidas de proteção contra o novo coronavírus.

O holandês Peter Bosz e o antigo avançado Rudi Völler, treinador e diretor desportivo do Bayer Leverkusen, respetivamente, querem uma revisão do protocolo, assim como o técnico do Paderborn, Steffen Baumgart.

“É ótimo que tenhamos voltado a jogar, a DFL fez tudo muito bem. Mas o protocolo [da covid-19] foi elaborado em março e estamos em junho”, notou hoje Bosz, que reconheceu que seria bom que os jogadores tivessem autorização para celebrar novamente os golos”.

Os campeonatos de futebol de França, Escócia, Bélgica e dos Países Baixos foram cancelados, enquanto outros países preparam o regresso à competição, com fortes restrições, como sucede em Inglaterra, Itália e Espanha. A liga alemã e a liga portuguesa já foram retomadas.

A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de covid-19 já provocou mais de 387 mil mortos e infetou mais de 6,5 milhões de pessoas em 196 países e territórios.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.