|

 Casos Ativos

 Suspeitos Atuais

 Recuperados

 Mortes

A+ / A-

"App" portuguesa permite reservar lugar nas missas

04 jun, 2020 - 15:27 • Olímpia Mairos

​A nova ferramenta já está a ser usada em Braga e permite, entre outras coisas, gerir prioridades entre paroquianos e notificá-los sobre as vagas existentes.​

A+ / A-

As novas regras para a participação nas eucaristias, nomeadamente a limitação do número de fiéis, levou os criadores da Kyrios Chms, aplicação móvel de gestão de paróquias, a criar uma nova funcionalidade que permite a inscrição prévia nas missas.

No site da Arquidiocese de Braga é explicado que a novidade mais pedida pelos utilizadores do Kyrios Chms, nesta fase de pandemia, foi uma ferramenta que permitisse a inscrição de paroquianos nas eucaristias de forma simples e que, ao mesmo tempo, simplificasse a vida a quem tem de gerir essas mesmas inscrições.

“Percebemos que haja quem não goste do sistema de inscrições, mas a verdade é que mais vale a pena uma pessoa inscrever-se e garantir o seu lugar do que depois chegar à igreja e não poder participar na missa, por falta de vaga”, refere Nelson Rodrigues, diretor da Peakit, empresa parceira no projecto Kyrios.

A nova funcionalidade permite, entre outras coisas, gerir prioridades entre paroquianos e notificá-los sobre as vagas existentes.

Como funciona?


No "software" Kyrios encontra-se disponível, no menu “eventos”, um separador com o nome “inscrições”. É a partir desse campo que são geridas as inscrições feitas ou a fazer, no caso de paroquianos que não instalem a aplicação e prefiram fazer a sua inscrição por telefone, explica a Arquidiocese de Braga no seu site.

A funcionalidade permite também à equipa de acolhimento que está de serviço fazer a validação de presenças.

As presenças ou ausências ficarão associadas ao perfil do paroquiano que fez a inscrição, dados que poderão ser importantes na hora de definir prioridades numa eucaristia posterior.

Assim que as inscrições estiverem fechadas, a paróquia pode notificar todos os inscritos de uma vez só.

De acordo com o diretor da Peakit, Nelson Rodrigues, o objetivo foi mesmo simplificar a vida a quem está a gerir as inscrições. “Se já utilizam o Kyrios, é menos uma ferramenta que têm de dominar, menos uma coisa para aprender. Se ainda não utilizam, nada como experimentarem e perceberem como é intuitivo”, assinala.

Para o final desta semana está prevista outra atualização. As equipas de acolhimento poderão validar as presenças na eucaristia através de um QR Code, não necessitando de mais nenhum equipamento para além do telemóvel.

Organizar e não vetar


O pároco de Tenões, Nogueiró e S. Pedro d'Este, padre Miguel Ângelo Oliveira, foi dos primeiros a testar a nova função, assim que esta surgiu. Apesar de ainda ter sido pouco utilizada, o sacerdote espera que a frequência do seu uso aumente.

“Esta semana vieram poucas pessoas à missa. Algumas estão doentes, outras pertencem a grupos de risco e ainda não se sentem seguras, outras preferiram aguardar e tentar perceber como se iam desenrolar as coisas. Penso que aos poucos virão cada vez mais pessoas à eucaristia e não quero ser surpreendido por uma grande afluência que me obrigue a negar a entrada a alguém”, refere.

O sacerdote compreende a apreensão por parte de algumas pessoas em relação às inscrições na eucaristia, mas refere que neste momento este parece-lhe o “melhor sistema de organização”.

“Temos de perceber que o objetivo das inscrições é mesmo o de organizar e nunca vetar. Se, por exemplo, eu vir que tenho demasiadas inscrições, posso sempre mudar o local onde decorrerá a eucaristia de forma a poder acomodar toda a gente. Se vir que tenho poucas pessoas, também me escuso de celebrar num local demasiado grande, que é um desânimo para quem celebra e para os fiéis também”, explica.

Os paroquianos interessados em marcar o seu lugar nas missas podem descarregar a App Kyrios Chms gratuitamente para iOS e Android.

Quando o utilizador fizer a inscrição, esta será recebida automaticamente pela paróquia e ser-lhe-á comunicado se pode participar ou não na eucaristia que escolheu.

Se não conseguir as vagas que pretendia, terá prioridade na inscrição de uma próxima eucaristia.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.