Tempo
|
A+ / A-

Governo promete linha para converter alojamento local em arrendamento acessível

03 jun, 2020 - 18:33 • Susana Madureira Martins , Filipe d'Avillez

António Costa disse em debate quinzenal que espera tornar a habitação mais acessível e criar melhores condições para a autonomia jovem.

A+ / A-

O primeiro-ministro promete criar uma linha para converter o alojamento local em arrendamento acessível de longa duração.

No debate quinzenal com os deputados, António Costa disse que a crise criou um quadro favorável para a execução daquilo que é uma prioridade para o Governo: “A generalização do arrendamento acessível para os jovens, com contratos estáveis”.

E para isso vamos ter uma linha direcionada especificamente à reconversão de habitações afetas a alojamento local para a sua reconversão para arrendamento acessível de longa duração, por forma a aumentar o número de fogos disponíveis no mercado de arrendamento”, disse ainda António Costa.

O Governo espera, com esta medida, “tornar a habitação mais acessível e criar melhores condições para a autonomia jovem.”

“É este o esforço que temos de fazer, desde já na fase de estabilização para que depois na recuperação possamos contar com a energia, a capacidade, a qualidade, a qualificação destas novas gerações, porque se não o país terá muito mais dificuldades em recuperar”, concluiu António Costa, durante o debate quinzenal.


Esta linha deverá constar do programa de estabilização económica e social que será aprovada em Conselho de Ministros.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.