|

 Casos Ativos

 Suspeitos Atuais

 Recuperados

 Mortes

A+ / A-

Norte de África é a região mais afetada pela Covid-19 no continente

28 mai, 2020 - 11:00 • Lusa

O continente africano regista 124.482 casos acumulados de infeções pelo novo coronavírus e 3.696 mortes.

A+ / A-

Veja também:


A curva epidémica da Covid-19 continua a subir em África, com uma média de 4.200 novos casos por dia, disse o diretor do Centro de Controlo e Prevenção de Doenças da União Africana (África CDC).

"A curva continua a subir. Entre 21 e 27 de maio, houve 30 mil novos casos registados comparado com a semana anterior, em que tivemos registo de 21.700 novos casos. É um aumento de 1,4 vezes. Temos uma média de 4.200 novos casos diários no continente", disse John Nkengasong.

O diretor do África CDC, que falava na conferência de imprensa semanal, a partir da sede da União Africana, em Adis Abeba, assinalou que parte deste crescimento é justificado pelo aumento do número de testes ao novo coronavírus realizados pelos países.

Quase um terço dos novos casos foi registado na África Austral (30%), seguida do Norte de África (24%), da África Ocidental (16%), África Central (15%) e África Oriental (13%).

Globalmente, o continente africano regista 124.482 casos acumulados de infeções pelo novo coronavírus e 3.696 mortes, o que representa uma taxa de letalidade de 3%.

John Nkengasong sublinhou os progressos alcançados na realização de testes à, assinalando que o continente passou de menos 400 mil testes, no início de abril, para quase 2 milhões atualmente.

O norte de África é a região mais afetada pela doença no continente, com 1.708 mortos e 37.566 infetados pelo novo coronavírus.

A África Ocidental regista 663 mortos e 31.279 infeções, enquanto a África Austral contabiliza 575 mortos e 27.858 casos, quase todos num único país, a África do Sul (25.937).

A África Oriental regista 383 mortos e 13.850 casos registados e na África Central há 367 vítimas mortais em 13.939 casos.

Seis países - África do Sul, Argélia, Egito, Marrocos, Nigéria e Gana - concentram mais de metade (57%) das infeções pelo novo coronavírus no continente e mais de dois terços das mortes associadas à doença.

O Egito é o país com mais mortos (816) e tem 19.666 infeções, seguindo-se a Argélia, com 623 vítimas mortais e 8.857 infetados.

A África do Sul é o terceiro com mais mortos (552), continuando a ser o país do continente a registar mais casos de covid-19 (25.937).

Marrocos totaliza 202 vítimas mortais e 7.601 casos, a Nigéria regista 254 mortos e 8.733 casos, enquanto o Gana tem 34 mortos e 7.303 casos.

Entre os países africanos lusófonos, a Guiné-Bissau é o que tem mais infeções, com 1.195 casos, e regista sete mortos.

São Tomé e Príncipe contabiliza 443 casos e 12 mortos e Cabo Verde tem 390 infeções e quatro mortos.

Moçambique conta 227 doentes infetados e um morto e Angola tem 73 casos confirmados de covid-19 e quatro mortos.

A Guiné Equatorial, que integra a Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), ultrapassou os mil casos positivos de infeção (1.043) e 12 mortos, segundo o África CDC.

O primeiro caso de Covid-19 em África surgiu no Egito em 14 de fevereiro e a Nigéria foi o primeiro da África subsaariana a registar casos de infeção, em 28 de fevereiro.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.