|

 Casos Ativos

 Suspeitos Atuais

 Recuperados

 Mortes

A+ / A-

​Leigos para o Desenvolvimento promovem festival solidário "online"

27 mai, 2020 - 16:59 • Ana Lisboa

O festival é organizado no âmbito do programa de formação dos voluntários que se propõem partir em missão.

A+ / A-

A organização católica Leigos para o Desenvolvimento promove, até ao dia 30 deste mês o "Songs for Good" um festival solidário "online" para angariar fundos para os projetos que tem em África e Portugal.

O festival é organizado no âmbito "do programa de formação dos voluntários que se propõem partir em missão", explica Rita Fonseca, do gabinete de comunicação dos Leigos para o Desenvolvimento.

Uma das componentes deste programa é precisamente "a angariação de fundos", mas, por causa da pandemia e do consequente confinamento social, surgiu esta ideia de realizar concertos "online".

"Os Leigos para o Desenvolvimento não querem nem podem ficar parados. Impõe-se que o caminho feito até aqui continue, apesar da pandemia e, consequentemente, todos os novos desafios que o mundo atravessa", diz Rita Fonseca.

A organização reuniu "um conjunto de generosos artistas, prontos a dar do seu tempo e a partilhar os seus talentos" neste festival online que pode ser acompanhado através da página do Instagram dos Leigos para o Desenvolvimento.

Os concertos decorrem até sexta-feira entre as 19h00 e as 20h00 e, no último dia, sábado, será entre as 18h00 e as 19h00.

A organização deixa o convite a todos os que assistirem ao festival a “darem um contributo para a missão LD, onde o desenvolvimento é o envolvimento de todos”.

Esta ajuda pode ser feita através do MB WAY para o número de telemóvel 934 704 823 ou, ainda, durante os diretos dos concertos, através da própria plataforma do Instagram.

Os Leigos para o Desenvolvimento trabalham há mais de 30 anos pelo “desenvolvimento integral e integrado” em países de expressão portuguesa, atualmente em Angola, São Tomé e Príncipe e Portugal. Atua preferencialmente na área da Formação e Educação, da Dinamização e Organização Comunitária, Empreendedorismo e Empregabilidade, Capacitação de Agentes Locais. O trabalho no terreno é realizado por jovens voluntários criando a possibilidade do auto-desenvolvimento das comunidades. Beneficiam dos seus projetos cerca de 50 mil pessoas por ano.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.