Tempo
|
A+ / A-

Mamadou Ba: “É curioso que a extrema-direita se apresente agora do lado da comunidade negra”

27 mai, 2020 - 17:42 • José Carlos Silva

O líder do SOS Racismo é visado nas redes sociais pelo seu silêncio a propósito de incidentes ocorridos entre elementos de duas comunidades minoritárias, negra e cigana, no bairro da Cucena, em Paio Pires, concelho do Seixal. Quebrou o silêncio na Renascença.

A+ / A-

O líder da organização SOS Racismo, Mamadou Ba, tem sido visado nas redes sociais pelo seu silêncio a propósito de incidentes ocorridos entre elementos de duas comunidades minoritárias, negra e cigana, no bairro da Cucena, em Paio Pires, concelho do Seixal, mas quebrou o silêncio na Renascença.

Frases como “Mamadou Ba e o Quaresma que falem sobre a trivela” chegaram ao conhecimento do responsável do SOS Racismo. Quando questionado porque razão não comentou os incidentes, responde que não vai “entrar neste lamaçal, porque a extrema-direita quer aproveitar-se deste incidente para criar animosidade entre as comunidades negras e ciganas”.

“Já reparou que as pessoas que me acusam nas redes sociais de não ter reagido são as mesmas que me criticaram por ter defendido as populações negras no Bairro Jamaica?”, questiona.

“A maior parte das reacções nas redes sociais que tenho visto, e me têm mostrado, é da extrema-direita. E é até curioso e caricato que a extrema-direita se transforme na defensora das comunidades negras, quando é a primeira a enxovalhar as comunidades negras."

Mamadou Ba rejeita a violência do passado domingo, quando uma desavença entre elementos das duas comunidades acabou com um desfecho trágico: um morto - um homem de 35 anos - e um ferido grave, com 50.

O incidente está a ser investigado pela Polícia Judiciária. Mamadou Ba pede justiça, embora reconheça não saber “se este é um crime racista".

"Mas é dado e adquirido que, se alguém cometeu um crime, independentemente da cor da pele, tem de responder pelos crimes que cometeu”, acrescenta.

O líder do SOS racismo admite que o incidente do passado domingo “deixa sempre marcas” e, por isso, lança o apelo "às comunidades negras e ciganas" no sentido que que "não podem transformar-se em inimigas mútuas, porque se há comunidades que são fustigadas pela discriminação são estas duas. ao longo da história. no nosso país",

"Do mesmo modo que as comunidades não podem elas mesmas aplicar a violência de que se queixam quanto à sociedade maioritária”, completa Ba.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • vitor lopes
    23 set, 2020 PORTIMÃO 12:49
    pois se para minha liberdade e defeza da minha vida e da familia votarei num partido que lute por mim
  • Amora de Bruegas
    02 jun, 2020 Tomar 23:38
    Lamentável a facilidade com que a RR dá voz a quem fomenta ódio e por isso, não fala (nem o questionam???) na violência de umas negras sobre uma branca num parque de skate em São João do Estoril há dias. Porque será? Recordemos que não passa de um estrangeiro que reconhecendo o fracasso dos governantes do seu país, vem comer à mão dos brancos que depois morde. Ingrato! Quando entrevistam AVentura e brancos, vítimas da violência de negros mal-educados?
  • Ricardo Dias
    28 mai, 2020 Leiria 17:36
    Só mesmo neste país é que se naturaliza alguém com 27 anos..e lhe da 200 mil euros em ajustes diretos...viva a corrupção
  • Kelvio Spencer C. Fe
    28 mai, 2020 São Tomé e Principe 16:30
    Uma Vergonha! Certamente este seria o título de artigo de opinião em resposta ao Mamado Ba, um crítico de posições oportunistas, que não consegue ter uma posição de repúdio ao acontecido em Paio Pires com cidadãos de São Tomé, pelo simples facto de não estar a ganhar nada com isso, pelo contrário, estaria a por a nu a promiscuidade da sociedade Portuguesa, onde minorias odeiam outras minorias, e ninguém toma medidas para punir severamente este ataques raciais constantes em Portugal, Mamado Ba, deixa a SOS Racismo Para quem entende que racismo vem de todo lado, não apenas de Brancos para pretos, Brancos racistas merecem punição, Pretos merecem, Ciganos merecem... Em suma, uma reação vergonhosa.
  • sonia Louro
    28 mai, 2020 Lisboa 14:33
    Parece impossivel estarem a dar voz a um racista exogeno que cospe no prato(país) que o tirou da miséria do seu país de origem natural. Estes artistas apenas acirram os PORTUGUESES a convidá-los a sair do nosso país através de governos nacionalistas.
  • antonio_cpv@hotmail.
    28 mai, 2020 antonio_cpv@hotmail.com 00:08
    A minha pergunta é.... É curioso o mamadu não estar agora ao lado dos membros da etnia africana. Não foi racismo?
  • Luís
    27 mai, 2020 Braga 23:44
    Este Mamadou-Ba é mais um triste. Uma vergonha no nosso País. E já agora, que têm a dizer as antigas assumidas companhias bloquistas? Camada de inúteis e parasitas.
  • Vitor
    27 mai, 2020 Lisboa 22:28
    Ciganos racistas atacam negros e matam um. Negros racistas atacam uma loja indiana e agridem indianos. Mas nada se passa para a rapaziada do sos racismo, mamafus e joacines. Porque será? Onde andam as manifestacoes de protesto por estes comportamentos racistas na av. da liberdade? Claro que nao terá a ver com o facto dos racistas nao terem face branca! Claro. Hipocrisia racista de pseudo antiracistas.
  • Joana
    27 mai, 2020 Loures 22:27
    Como é possível este sujeito ter este discurso racista, e toda a gente fica calada?!!!!!!!
  • Nuno Casola
    27 mai, 2020 Londres 21:56
    Lamaçal ... ??? Mas quando os mesmos de sempre se atiram a figura da autoridade porque acham que todos tem medo deles se gritarem ou ameaçarem, isso ja nao é lamaçal ... ??? Claro que não, a isso chamo-me hipocrisia . Metam uma coisa na vossa cabeça ... o tempo de ter medo de voçes ou de quem quer que seja ACABOU ... ou respeitam os habitos , tradições, costumes , regras e leis deste paìs que VOÇES ESCOLHERAM para viver ou então estamos mal ... e então ai vão ver o que é o racismo, coisa que até hoje ,salvo muito raras excepções, voçes não conhecem . Um país que vos da tudo em pé de igualdade para todos , se não tem mais é porque voçes não fazem por isso. Vejam o que se passou em Carcavelos , Cascais , etc . Quem aponta o dedo , aponta sem olhar a quem ... so que infelizmente a maioria destes casos recaem sempre as mesmas minorias ... Portugal esta farto ... #Sem_medo .

Destaques V+