Tempo
|
A+ / A-

Coronavírus

Mais de 100.000 mortos nos Estados Unidos

27 mai, 2020 - 23:35 • Reuters

O número foi ultrapassado na altura em que a maioria dos estados começam a desconfinar e o número de mortes por dia tem diminuído.

A+ / A-

O novo coronavírus já matou mais de 100.000 pessoas nos Estados Unidos.

De acordo com dados divulgados pela Reuters, a cifra foi ultrapassada na quarta-feira, apesar de o número de mortos por dia ter vindo a diminuir nas últimas semanas e de as empresas estarem a reabrir depois de dois meses de confinamento.

Durante o mês de maio cerca de 1.400 americanos morreram todos os dias, em média, em comparação com 2.000 por dia em abril.

O número de mortes por coronavírus já ultrapassou todas as vítimas americanas da Guerra da Coreia, do Vietname e dos conflitos no Iraque entre 2003 e 2011, juntos.

A Covid-19 matou ainda mais pessoas do que o HIV entre 1981 e 1989 e a última vez que morreu tanta gente de gripe foi no inverno de 1957-1958, quando morreram 116 mil pessoas.

O número total de casos de coronavírus já ultrapassou os 1,7 milhões, com casos a aumentar em alguns estados do Sul ao longo da última semana.

Embora os Estados Unidos sejam o país com mais mortes no total, em termos de mortes per capita estão em oitavo lugar, atrás da Bélgica, Espanha, Reino Unido e Itália.

Atualmente o epicentro da pandemia é a América do Sul.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.