|

 Confirmados

 Suspeitos

 Recuperados

 Mortes

A+ / A-

Aderllan Santos fica no Rio Ave em definitivo

23 mai, 2020 - 20:46 • Lusa

Brasileiro estava emprestado, mas agora assinou por duas temporadas.

A+ / A-

O defesa Aderllan Santos assinou um contrato por duas temporadas com o Rio Ave, no qual alinha desde o início da época por empréstimo dos sauditas do Al-Ahli Jeddah, confirma o clube da I Liga de futebol.

O central brasileiro, de 31 anos, que estava em final de contrato com o clube saudita, assinou, agora, um vínculo válido para as próximas duas temporadas com o emblema vila-condense, pelo qual já jogou 25 vezes.

"Senti-me imediatamente em casa desde que cheguei ao Rio Ave. O ambiente familiar que se sente motiva-nos diariamente para atingirmos os nossos objetivos. Toda a estrutura do clube tem um profissionalismo e dedicação exemplar e tudo fazem para que nada nos falte", disse o Aderllan Santos, em declarações ao site do Rio Ave na Internet.

O brasileiro enalteceu ainda "a liderança a experiência do 'mister' Carlos Carvalhal" para garantir que a equipa vai estar preparada para a retoma do campeonato.

"Estamos a trabalhar arduamente para darmos ainda muitas alegrias aos nossos sócios e adeptos. Os jogos que restam para terminar esta temporada serão uma oportunidade para demonstramos o grupo forte que criámos", vincou.

Com a assinatura deste contrato, o defesa volta a ficar em definitivo num clube português, depois de ter representado Trofense e Sporting de Braga, de onde saiu para o Valência, embora contando, também, com passagens pelos brasileiros de São Paulo e Vitória da Baía, antes de experiência no futebol saudita.

O Rio Ave segue no quinto lugar do campeonato, com 38 pontos, e na retoma da competição após a paragem devido à pandemia de Covid-19, vai receber o Paços de Ferreira, em 7 de junho, em jogo da 25.ª jornada.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.