Tempo
|
A+ / A-

​Livro de Escuteiro com objectivo solidário: ajudar o Banco Alimentar

22 mai, 2020 - 18:24 • Ana Lisboa

Este será mais um contributo para esta instituição que se debate com um aumento de pedidos de ajuda alimentar por parte de pessoas afetadas pelas consequências provocadas pela pandemia da Covid-19.

A+ / A-

Veja também:


"Conversas e Escutas" é o nome do livro cuja totalidade das receitas com a sua venda vai reverter para o Banco Alimentar Contra a Fome.

Parcialmente escrito há algum tempo, Pedro Saraiva, o autor da obra, acabou por concluí-lo durante o período de confinamento social a que esteve sujeito como professor de educação física.

Chefe do Agrupamento 900 de Monte Abraão, no concelho de Sintra, explica que "perante as dificuldades crescentes causadas por esta emergência nacional, surgiu a ideia deste pequeno contributo para o Banco Alimentar".

O livro, que é "um diálogo entre o Chefe Escuta e o seu Guia de Patrulha", aborda "um conjunto de reflexões àcerca de coisas importantes da nossa vida, sobre os valores, sobre o bem e o mal, sobre o eterno mundo perfeito, sobre o legado precioso dos mais antigos, sobre a eternidade, por exemplo". No fundo, "um conjunto de temas que, em particular no trabalho com jovens, são sempre incontornáveis e levantam sempre questões, dúvidas, discussões".

O livro está à venda em formato eBook com "um preço acessível de 4.50€". Está disponível na Bertrand e também na Wook.

Já foram vendidos 30 livros, mas o objetivo é vender muitos mais, dado "o propósito a que se destina": esta causa solidária de ajudar o Banco Alimentar, "com o qual o Agrupamento 900 de Monte Abraão colabora regularmente", admite Pedro Saraiva. O autor sublinha que "já neste período de confinamento, nós temos particularmente ajudado, isto mais no âmbito da paróquia (Igreja de Nossa Senhora da Fé) a separar, a descarregar e a arrumar os artigos que chegam do Banco Alimentar à igreja, para depois serem distribuídos".

Esta será mais uma ajuda para a instituição que tem recebido cada vez mais pedidos de apoio alimentar. Às pessoas que habitualmente ajudam, vieram juntar-se mais cerca de 60 mil, vítimas da situação gerada por esta pandemia.

Quem é Pedro Saraiva, Chefe do Agrupamento 900 de Monte Abraão

Pedro Saraiva, 55 anos, Professor de Educação Física é também o Chefe do Agrupamento 900 de Monte Abraão, no concelho de Sintra.

Começou nos Escuteiros "há mais ou menos 40 anos" e reconhece que "a experiência tem sido extraordinária".

Em seu entender, "quem tem a sorte de poder fazer parte, de poder fazer um percurso de alguns anos no Escutismo e poder pertencer a um Agrupamento, passa por um conjunto de experiências e vivências que ficam para a vida". Saraiva enumera "experiências de camaradagem, de lealdade, experiências de serviço ao próximo, de liderança. Isto é tudo um conjunto de experiências impagáveis".

Pedro Saraiva diz ainda que o Corpo Nacional de Escutas (CNE) "como movimento da Igreja Católica tem no Escutismo um instrumento excecional para fazer uma pastoral baseada na experiência. A experiência da vida em campo, o contacto com a natureza, a fraternidade entre os Escuteiros, o espírito comunitário que a vida e o sistema de patrulhas possibilita, na verdade constitui aqui uma oportunidade única para se fazer uma verdadeira experiência de Deus".

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.