|

 Casos Ativos

 Suspeitos Atuais

 Recuperados

 Mortes

A+ / A-

Avião despenha-se em zona residencial no Paquistão. Há pelo menos 56 mortos e dois sobreviventes

22 mai, 2020 - 11:53 • Maria João Costa

A bordo seguiam 99 pessoas. Aparelho despenhou-se em Karachi.

A+ / A-

Um avião com 91 passageiros e oito tripulantes a bordo, das Linhas Aréas do Paquistão, despenhou-se esta sexta-feira sobre uma zona residencial da cidade paquistanesa de Karachi. Pelo menos 56 pessoas morreram, avança a agência Reuters, que cita fontes hospitalares. As autoridades oficiais ainda não fizeram um balanço oficial do incidente.

A Reuters refere ainda que pelo menos duas pessoas que seguiam no avião sobreviveram, diz a agência, citando um comunicado do porta-voz do governo da região.

O voo PK8303, proveniente de Lahore, deveria aterrar no aeroporto internacional de Jinnah, um dos mais movimentados do Paquistão.

De acordo com imagens partilhadas nas redes sociais é possível ver fumo na zona de impacto do avião, uma área residencial de Karachi.

Há habitações danificadas e as equipas de emergência estão no local. Decorrem também buscas para encontrar as caixas negras do aparelho.

O acidente acontece dias depois do país ter voltado a autorizar os voos comerciais.

De acordo com as autoridades de aviação civil paquistanesas, o avião estava próximo do aeroporto de Karachi quando caiu.

Há indicações de que terá reportado um problema no trem de aterragem, mas a autoridade de avião civil do Paquistão refere que as comunicações com o avião foram interrompidas um minuto antes da aterragem prevista.

O comandante terá emitido um pedido de ajuda, mesmo antes do avião se despenhar.

O site TheNews do Paquistão teve acesso ao áudio do piloto que diz que “o avião perdeu os motores”.

As operações de salvamento estão em curso, mas as equipas de emergência falam em dificuldade de acesso ao local do acidente, com ruas estreitas e muitos curiosos junto à zona de impacto.

O primeiro-ministro paquistanês, Imran Khan, já lamentou o acidente. Através da rede social Twitter confirmou que vai ser de imediato aberto um inquérito.

O acidente acontece dias depois de ter sido possível voltar a viajar no Paquistão e numa altura em que muitos regressam a casa para se juntarem às famílias para celebrar o fim do Ramadão.

De acordo com o site Flight Radar 24, o avião que caiu esta sexta-feira, em Karachi, era um Airbus A320, que estava ao serviço há 15 anos.

[notícia atualizada às 20h00]

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.