|

 Casos Ativos

 Suspeitos Atuais

 Recuperados

 Mortes

A+ / A-

Liga

​Farense responde ao Marítimo. “Não premiar o mérito seria ridículo”

21 mai, 2020 - 13:01 • Rui Viegas

João Rodrigues, presidente do Farense, reage à impugnação do Marítimo. Insulares contestam no TAD a decisão da subida de Nacional e algarvios, com o fim antecipado da Segunda Liga. Entretanto, Sérgio Vieira renovou por três anos.

A+ / A-

Após a decisão da Liga, com o fim prematuro da Segunda Liga e subida ao escalão principal das equipas que ocupavam os primeiros dois lugares da tabela, Nacional e Farense, o Marítimo avança com a impugnação da decisão, alegando prejuízos devido à promoção do vizinho da Choupana.

Na resposta em Bola Branca, João Rodrigues, presidente do Farense, lembra que a posição do Marítimo contraria as indicações dadas pela UEFA às federações.

“A UEFA recomendou aos países para considerarem a meritocracia. É ridículo pensar que não se deveria premiar o mérito”, sublinha o dirigente algarvio.

O clube dos Barreiros recorreu ao Tribunal Arbitral do Desporto da decisão da subida de Nacional e Farense ao escalão principal. Perante esta situação, João Rodrigues promete levar até às últimas instâncias a defesa do emblema que comanda.

“Não tememos o que as pessoas possam fazer. Defenderemos intransigentemente os interesses deste grande clube e não vamos deixar que ninguém passe por cima do Farense. Vamos defender-nos até às últimas consequências”, avisa.

Renovação do treinador Sérgio Vieira

O Farense já planifica a nova época, na Primeira Liga, e renovou contrato com o treinador da subida, Sérgio Vieira, por três temporadas.

A notícia foi avançada pela Renascença na passada sexta-feira à noite, aquando da saída do CEO André Geraldes. João Rodrigues confirma.

“Foi uma renovação natural com um profissional de topo. Uma pessoa de grandes valores e excelente índole. As duas partes queriam a renovação e estamos muito satisfeitos, como todos os farenses porque apreciam muito o trabalho do Sérgio Vieira”, finaliza.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.