|

 Casos Ativos

 Suspeitos Atuais

 Recuperados

 Mortes

A+ / A-

Semana “Laudato Si” comemora os cinco anos da Encíclica

19 mai, 2020 - 17:22 • Aura Miguel

Iniciativas em todo o mundo apelam à “conversão ecológica”.

A+ / A-

O Papa Francisco convida os católicos a celebrar a Semana ‘Laudato Si’, a encíclica sobre ecologia, que decorre em todo mundo até ao próximo domingo.

O Vaticano divulgou um vídeo onde Francisco questiona o “tipo de mundo que a sociedade quer deixar para as crianças que estão a crescer”, uma vez que “o grito da terra e o grito dos pobres não aguentam mais”. E termina com um apelo: “Cuidemos da criação, dom do nosso bom Deus criador”.

No arranque desta semana especial, no final da oração Regina Coeli do passado domingo, o Papa relacionou a urgência desta iniciativa à situação mundial causada pela Covid-19: “Nestes tempos de pandemia em que tomamos mais consciência de cuidar da nossa casa comum, desejo que toda a reflexão e empenho comum, ajude a criar e a fortificar atitudes construtivas para o cuidado da Criação”.

Alertas em todo o mundo

De vários modos e um pouco por todo o mundo, as iniciativas sucedem-se, a nível não só institucional (vídeoconferências, encontros e debates online, etc.), mas também de forma capilar, nas paróquias, escolas, movimentos, grupos de jovens, escuteiros.

O cardeal Luís Antonio Tagle, presidente da Caritas Internacional, já veio reforçar o alerta do Papa: "Nalgumas partes do mundo, os bebés nascem, as crianças crescem e os adultos enfrentam o fim das suas vidas vivendo e trabalhando no lixo venenoso, criado e descartado por outros. Noutras partes, as pessoas vivem na corda bamba entre inundações e secas e graves injustiças. Nesses lugares, a vida é lentamente estrangulada desde o início”.

Ao sublinhar a urgência de uma “conversão ecologia integral”, o cardeal filipino recorda que o cuidado pela Criação não é apenas uma atitude estritamente ecologista, mas implica uma visão muito mais ampla, que abrange praticamente a vida toda: social e pessoal.

O “Cuidar da Casa” em Portugal

Por cá, a iniciativa conta com o apoio dos bispos portugueses. A Comissão Episcopal da Pastoral Social e Mobilidade Humana, afirma, numa nota, que a encíclica Laudato Si é “uma inspiração para o momento atual”, com capacidade para projetar “um futuro mais justo e sustentável”, em união com todos os povos do mundo.

“Tudo está interligado” é também o tema que, em Portugal, inspira uma tertúlia online, organizada pela Rede “Cuidar da Casa Comum”, com vários especialistas, para aprofundar a consciência e o compromisso no cuidado da casa comum. Neste âmbito, destaque ainda para uma vigília ecuménica, já na próxima quinta feira, 21 de maio, pelas 21h30 intitulada “(Que) novos céus e nova terra?”

Também o bispo da Guarda, D. Manuel Felício, se associou à Semana Laudato Si com um apelo sobre “a necessidade de assumir que o mundo não tem recursos inesgotáveis” e que, para uma real “conversão ecológica”, é preciso “ter a coragem de renunciar a certas mentalidades e hábitos instalados e, em contrapartida, subordinar os desejos e o prazer imediato dos indivíduos ao bem comum de todos os cidadãos”.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.