|

 Casos Ativos

 Suspeitos Atuais

 Recuperados

 Mortes

A+ / A-

​Tiago Jogo

Plantel do Olhanense ainda sonha com a II Liga e escreve a Cristiano Ronaldo

19 mai, 2020 - 19:41 • José Barata

Jogadores do emblema algarvio escreveram uma carta aberta ao craque português, com a esperança de ter o apoio do capitão da seleção na luta pela subida de divisão. Em Bola Branca, Tiago Jogo, um dos capitães do Olhanense, mostra-se convicto que a FPF pode reverter a decisão.

A+ / A-

O Olhanense mantém acesa a esperança de subir à II Liga, depois de a Federação Portuguesa de Futebol (FPF) ter atribuído a subida de divisão a Vizela e Arouca por serem as equipas com mais pontos das quatro séries do Campeonato de Portugal. A equipa de Olhão mantém a luta por conseguir um lugar no segundo escalão do futebol português, e esta terça-feira o plantel do Olhanense escreveu uma carta aberta a Cristiano Ronaldo, para que este possa apoiar a causa do emblema algarvio.

Em entrevista a Bola Branca, Tiago Jogo, um dos capitães do Olhanense, explica o que os motivou a escrever ao capitão da seleção nacional.

“Sentimos-nos injustiçados pelo que está a acontecer, pela excelente época que fizemos. Sentimos que está a ser uma injustiça, porque estamos a ser prejudicados em relação aos outros dois primeiros classificados, visto que também ficámos em primeiro. Como o Cristiano Ronaldo é o ídolo máximo do futebol português, é aquele jogador que todos idealizam ser, temos jogadores no plantel que adoram o Ronaldo e ambicionam chegar a esse nível, e isso era um passo importante para esses jogadores jovens, porque iam subir mais um patamar com a subida à II Liga e achamos que merecemos isso. Quisemos procurar o Ronaldo, porque o clube está a fazer tudo para que a decisão seja revertida, e nós como achamos isto muito injusto, fizemos a carta para tentar ter o apoio de Cristiano Ronaldo”, afirma Tiago Jogo.

O médio do Olhanense revela que em Olhão todos acreditam que a FPF irá reverter a decisão, apontando o alargamento da II Liga como a melhor forma de solucionar o problema.

“Nós acreditamos que a decisão pode ser revertida, porque sabemos que é uma injustiça. E se é uma injustiça a Federação também pode conseguir ver isso. Nós estamos a ser prejudicados com o método com que subiram as duas equipas, achamos injusto porque não jogámos contra essas equipas, logo não nos podemos comparar. E achamos que nesta época dificil, os clubes podiam ser solidários e a própria Federação, subindo os quatro primeiros classificados”, considera.

Nestas declarações a Bola Branca, Tiago Jogo revela os sentimentos dos jogadores: para além da injustiça, sentem impaciência por não saberem qual o seu futuro.

“Temos falado uns com os outros para saber se há novidades, porque a maioria dos jogadores não sabe como vai ser a sua vida na próxima época. Todos tínhamos o objectivo de subir e continuar na II Liga, mas se isso não acontecer, não sei se muitos vão poder continuar. Há muitos jogadores de longe, que só iriam continuar no Olhanense se fosse na II Liga, porque é um projecto profissional. Está tudo muito impaciente porque queremos uma certeza se a decisão vai ser revertida ou não, os sentimentos dos jogadores são de ansiedade, de impaciência e de injustiça”, conclui o capitão do Olhanense.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.