|

 Casos Ativos

 Suspeitos Atuais

 Recuperados

 Mortes

A+ / A-

Coimbra quer receber final da Taça de Portugal

17 mai, 2020 - 16:37 • Lusa

A Associação de Futebol de Coimbra e a Académica já entraram em contacto com a FPF para realizar a final da prova. Aveiro e Madeira também já mostraram interesse em receber a final.

A+ / A-

A Associação de Futebol de Coimbra e a Académica pretendem que a final da Taça de Portugal, entre FC Porto e Benfica, se realize em Coimbra, tendo já informado a Federação Portuguesa de Futebol (FPF).

“A proposta tem por base o facto do Estádio Cidade de Coimbra estar devidamente licenciado para os jogos da II Liga, reunindo todos os requisitos para a realização de um jogo tão importante como a final da Taça de Portugal”, justifica o presidente a AFC, Horácio Antunes.

Pela primeira vez desde 1983, a final da Taça não vai ser no Estádio Nacional, em Oeiras, uma vez que este não cumpre com as condições ideias para a realização do encontro em termos de medidas contra a Covid-19.

Face à atual situação, ainda não há uma data, nem lugar para a realização do encontro entre FC Porto e Benfica.

O dirigente enviou uma carta ao presidente da FPF, Fernando Gomes, com o intuito de o sensibilizar para a concretização desta pretensão, até porque esta infraestrutura desportiva “está mais equidistante das cidades do Porto e de Lisboa”.

“Tendo em consideração que os finalistas são precisamente o Benfica e o FC Porto, é a melhor solução se comparada com a cidade de Aveiro, que beneficia o FC Porto, enquanto que a hipótese do Estádio Municipal de Leiria beneficia o Benfica”, argumentou Horácio Antunes.

O presidente da AFC recordou o “grande passado no futebol nacional” e a “centralidade de Coimbra” como fatores “a ter em conta”, realçando ainda o facto de a cidade estar “ávida de um jogo histórico e carismático”, uma vez que o último com estas características foi um Portugal-Luxemburgo, em 2013.

No plano de desconfinamento, o Governo português definiu que a I Liga, suspensa após a realização de 24 das 34 jornadas previstas, e a final da Taça de Portugal, entre Benfica e FC Porto, vão poder ser disputadas, mas excluiu a continuidade da II Liga.

Os campeonatos de futebol de França, dos Países Baixos e da Bélgica foram cancelados, enquanto outros países preparam o regresso à competição, com fortes restrições, como sucede em Inglaterra, Itália, Espanha e Portugal, que tem o reinício da I Liga previsto para 4 de junho, enquanto a Alemanha regressou no sábado.

A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de covid-19 já provocou perto de 312 mil mortos e infetou mais de 4,6 milhões de pessoas em 196 países e territórios. Mais de 1,6 milhões de doentes foram considerados curados.

Em Portugal, morreram 1.218 pessoas das 29.036 confirmadas como infetadas, e há 4.636 casos recuperados, de acordo com a Direção-Geral da Saúde.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.