Tempo
|
A+ / A-

Competições nacionais de ténis regressam já em junho

13 mai, 2020 - 15:58 • João Paulo Ribeiro

Ténis em Portugal vai regressar antes das competições internacionais, adianta o presidente da federação. Estoril Open não perderá fôlego com o adiamento e João Sousa já trabalha para voltar mais forte.

A+ / A-

Depois de terem sido retomados os treinos de ténis, permitidos desde o início do desconfinamento, a 4 de maio, a competição também está prestes a voltar, pelo menos no nosso país.

Em entrevista a Bola Branca, o presidente da Federação Portuguesa de Ténis anuncia o regresso das provas já em junho.

"Internacionalmente, ATP, WTA e a ITF suspenderam todos os torneios até 12 de julho. Esta semana será feito novo ponto de situação. Vão decidir se irão prorrogar a suspensão da atividade ou não. Estou convencido que, a partir de agosto, a atividade será retomada a nível internacional. Em Portugal, penso que durante o mês de junho já conseguiremos realizar algumas competiçôes. Há muito menos público e penso que, com todas as precauçôes, será possível retomarmos as provas", refere.

Vasco Costa realça a "alegria" dos jogadores por voltarem a treinar depois duma paragem de cerca de dois meses.

João Sousa já trabalha

Nestas declaraçôes a Bola Branca, o presidente da Federação Portuguesa de Ténis fala, particularmente, de João Sousa. O melhor tenista português de sempre já recomeçou a trabalhar e vai voltar ainda mais forte, acredita o dirigente.

"O João é um atleta de alta competição e esta paragem, obviamente, não foi boa para ele como não foi para ninguém. Mas sei que ele se tem preparado e acredito que ele vai voltar ainda com mais força. Estou convicto de que ele chegará muito próximo do seu recorde pessoal no 'ranking' ATP", adianta.

João Sousa ocupa, atualmente, a posição 66 na classificação mundial. Atingiu melhor "ranking" da sua carreira em maio de 2016, quando chegou ao 28.º lugar.

Por fim, a maior prova nacional de ténis, o Estoril Open. A edição de 2020 não irá acontecer, o evento foi adiado para 2021, e terá um cartaz atrativo, como aconteceria este ano.

"O Millenium Estoril Open é uma referência no panorama internacional e considerado um dos melhores, senão o melhor do mundo na sua categoria [ATP 250]. Vai depender do calendário, mas há condiçôes para termos, em 2021, um quadro de atletas muito parecido ao que estava planeado para este ano", conclui Vasco Costa.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+