Tempo
|
A+ / A-

Novo Banco. PSD e CDS exigem explicações a Centeno

12 mai, 2020 - 22:08

Ministro das Finanças vai explicar-se ao Parlamento esta quarta-feira.

A+ / A-

O ministro das Finanças devia ser tão rápido a disponibilizar as ajudas à economia como foi a explicar a polémica relativa à injeção de capital no Novo Banco. Críticas do CDS depois de Mário Centeno ter assumido uma falha de comunicação quanto à decisão de pagar 850 milhões de euros ao Novo Banco.

Esta “falha de comunicação” terá levado o primeiro-ministro a reconhecer, no Parlamento, que não tinha conhecimento da operação.

A deputada do CDS Cecília Meireles acusa Centeno de querer explicar o que não tem explicação.

“O ministro Mário Centeno veio tentar explicar o inexplicável. O que não se consegue perceber aqui é a diferença de critérios entre aquilo que é aplicado ao Novo Banco e aquilo que é aplicado à generalidade da economia. Gostava de ver o ministro das Finanças a ter o mesmo zelo no que toca às linhas de crédito ou aplicação do ‘layoff’”, disse.

Já o social-democrata Duarte Pacheco diz que Mário Centeno vai ter de explicar tudo no Parlamento.

“O ministro tentou fugir às perguntas, tentou refugiar-se na lei, mas não esclareceu porque é que omitiu durante tanto tempo esta injeção ao primeiro-ministro e porque é que o induziu a enganar-se e a enganar o Parlamento e os portugueses, mas amanhã [quarta-feira] estará na comissão de orçamento e finanças e, de certo, que não vai deixar de explicar porque é que não contou ao primeiro-ministro”, refere.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.