Tempo
|
A+ / A-

Pandemia de Covid-19

​Festival Alive cancelado? O autarca de Oeiras diz que sim

06 mai, 2020 - 19:37 • Maria João Costa

Faltam dois meses para o Festival NOS Alive e a organização tem vindo a arrastar o anuncio oficial sobre o cancelamento ou não do evento. Isaltino Morais diz que não há festival este ano.

A+ / A-

Veja também:


A organização do NOS Alive ainda não anunciou oficialmente o cancelamento do evento, mas o autarca de Oeiras dá por garantido que este ano não haverá festival.

O festival de música está agendado para o Passeio Marítimo de Algés, de 8 a 11 de julho. Faltam pouco mais de dois meses, já há baixas no cartaz e mantêm-se a dúvida sobre o festival.

O presidente da Câmara Municipal de Oeiras disse, na sessão extraordinária da Assembleia Municipal, realizada terça-feira, que o festival não terá lugar este ano, embora Isaltino Morais tenha explicado que é preciso continuar a programar outros eventos, mesmo que persista a pandemia de Covid-19.

“Tem de se continuar a programar e a trabalhar, mas naturalmente que há determinados eventos, que por razões que têm a ver com os cuidados e a prudência que se tem que tomar, no que diz respeito aos ajuntamentos, que com certeza não se podem realizar. Há grandes festivais que não se vão realizar. É mais ou menos sabido que o Alive não se vai realizar este ano”, afirmou o autarca.

Nestas declarações, o presidente da Câmara de Oeiras, o concelho onde tem lugar o NOS Alive, dá assim por cancelada a edição deste ano do festival.

A Renascença já contatou a produtora Everything is New, que organiza o evento, mas até ao momento sem sucesso. Até agora, o empresário Álvaro Covões tem admitido que a questão da pandemia vai “levar tempo” a passar, mas não confirmou oficialmente o que irá acontecer ao festival.

Aquando do cancelamento da digressão de Taylor Swift, que implicou a não presença no NOS Alive, a produtora de espetáculos afirmava que continuava “a trabalhar seguindo todas as orientações e recomendações do Governo português, da Direção Geral da Saúde e com todas as autoridades competentes que estão connosco na realização do Festival”.

“Dia a dia, continuamos a avaliar todas as possibilidades de desfrutar da música no Passeio Marítimo de Algés e por isso estamos a trabalhar em todos os cenários, incluindo o adiamento de datas do festival, com o mesmo cartaz”, segundo a Everything is New.

Uma decisão está prometida para depois do “levantamento do estado de emergência”, altura em que dizia a Everything is New “poderemos certamente tomar as decisões mais adequadas sobre a edição do NOS Alive”.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+