|

 Casos Ativos

 Internados

 Recuperados

 Mortes

A+ / A-

António Costa: “A Língua Portuguesa é o nosso mundo, aberto e plural"

05 mai, 2020 - 06:00 • Filipe d'Avillez

Esta terça-feira assinala-se o primeiro Dia Mundial da Língua Portuguesa. O primeiro-ministro publicou uma mensagem em que realça a importância de uma língua falada por 280 milhões de pessoas.

A+ / A-

António Costa diz que “a Língua Portuguesa é o nosso mundo, aberto e plural”. Numa mensagem dirigida aos quase 300 milhões de pessoas que o falam, o primeiro-ministro enaltece o potencial do Português para o futuro.

“Cada língua é um mundo, construído por todos os que diariamente a usam. E a Língua Portuguesa é o nosso mundo, aberto e plural. É falada por mais de 280 milhões de pessoas, em vários continentes e com diferentes entoações. Uma língua que é tão rica quanto mais diversa, uma língua de todos.”

“Fruto dos Descobrimentos, foi uma língua que se mestiçou com outras línguas do mundo. Mas é também uma língua para o futuro, servindo de instrumento privilegiado para a globalização dos nossos dias. É a 4.ª língua mais falada no mundo, a mais falada no hemisfério sul, a 5.ª com maior número de utilizadores na internet e a língua oficial ou de trabalho em 32 organizações internacionais. E deverá continuar a crescer. Em 2050, espera-se que atinja os 380 milhões de falantes; no final do século, quase 500 milhões”, sublinha António Costa.

Entre as várias vantagens do português encontra-se o seu potencial económico.

“O seu potencial económico é vasto. Assume-se como um fator de competitividade, quer como língua de cultura e de conhecimento, quer como língua de política e de negócios, quer ainda como importante veículo na Internet e nas redes sociais.”

“A dispersão geográfica da lusofonia, a diversidade cultural dos seus povos e a complementaridade das suas economias constituem uma força desse espaço partilhado”, sublinha ainda o primeiro-ministro, acrescentando que “a Língua Portuguesa aproxima a Europa da América, assim como a África da Ásia, servindo de ponte entre diferentes continentes e como espaço privilegiado de diálogo intercultural.”

António Costa refere-se ainda ao facto de a língua ser património de todos os que a falam, e não apenas dos portugueses. “a língua portuguesa é a pátria de muitas pátrias, porque é em Português que se entendem e cooperam os países que o têm como idioma oficial. Mas o português é mais do que uma língua oficial – é a língua em que cada povo pensa as suas raízes e define o seu rumo futuro.”

“Cada um deles contribui para esse património comum com literaturas e culturas muito ricas e muito diversas”, escreve o chefe do Governo, concluindo que “a língua portuguesa é porventura a nossa maior riqueza”.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.