Tempo
|
A+ / A-

É definitivo. Este ano não há Rali de Portugal

30 abr, 2020 - 10:21 • Henrique Cunha

Em comunicado, o Automóvel Clube de Portugal revela que não foi possível reagendar a prova para outubro.

A+ / A-

Está confirmado que Portugal sai do calendário do Mundial de Ralis em 2020. Em comunicado, o Automóvel Club de Portugal (ACP), responsável pela organização do evento, justifica que é "forçado a cancelar" a prova, devido ao grau de "imprevisibilidade que vivemos", decorrente da pandemia de Covid-19.

"Depois de avaliadas, em conjunto com os parceiros da prova, autarquias e patrocinadores, todas as condições sanitárias e de segurança que o WRC Vodafone Rally de Portugal exige, as mesmas não são compatíveis com a imprevisibilidade que vivemos, além da incerteza da abertura das fronteiras e do espaço aéreo", explica o ACP.

Os organizadores garantem que foram feitos "todos os esforços" para que a prova, inicialmente prevista para 21 a 24 de maio, se realizasse em finais de outubro e continuasse no calendário do Mundial de Ralis da Federação Internacional do Automóvel (FIA).

No comunicado, o ACP "lamenta profundamente esta decisão", mas sustenta que "é a única que poderia assumir de forma responsável perante os milhares de adeptos, equipas, autarquias, patrocinadores e todos os envolvidos na prova, responsável em 2019 por um impacto na economia nacional superior a 142 milhões de euros".

Por último, o Automóvel Club de Portugal revela que "solicitou já o regresso do WRC Vodafone Rally de Portugal em maio de 2021". Pela primeira vez desde 2008, a prova portuguesa não se irá realizar no WRC, ficando por saber se mais alguma anda se realizará este ano.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+